Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 23 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Teatro Conchita ficará aberto, mesmo com indicação do MP

Orlando Filho/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Espaço em Sto.André tem recomendação de interdição da promotoria por falta de segurança ao público


Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

05/11/2013 | 07:03


O prefeito de Santo André, Carlos Grana (PT), rechaçou ontem fechar de imediato as portas do Teatro Conchita de Moraes, no bairro Santa Terezinha, embora haja recomendação do Ministério Público ao petista para que o espaço seja interditado devido à falta de segurança de local. O chefe do Executivo negocia com a promotoria a possibilidade de prorrogar o encerramento das atividades. “Não pretendo interditá-lo até a conclusão das aulas da ELT (Escola Livre de Teatro), que se dará no fim do ano.”

A ELT atua no equipamento público. O MP deu prazo até sexta-feira para que o prefeito esclareça quais medidas serão adotadas em relação às indicações. Grana afirmou que entrou em contato com a promotoria para analisar as condições de tratar o tema. “Não há disposição de fechar (nesse momento). Vou insistir com o Ministério Público para que a gente (administração) possa, pelo menos, concluir o período de aulas e assim não haja o prejuízo aos alunos”, sinalizou.

A promotoria orientou o prefeito a adotar as providências necessárias para se fazer cessar qualquer utilização do teatro. Isso porque o imóvel não conta com AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros), ou seja, está funcionando de maneira irregular, sem alvará dos bombeiros. A Defesa Civil lavrou, inclusive, um auto de interdição, conforme a análise técnica realizada no local. Segundo o laudo, a situação retratada nas vistorias é preocupante, que pode causar tragédia de grande monta, com perda de inúmeras vidas humanas.

Ao mencionar a postura do governo, Grana argumentou que o planejamento para o exercício de 2014 ainda não foi finalizado. O problema nas contas da Prefeitura, segundo o petista, é outro fator que dificulta a gestão de tomar providências e iniciar intervenções na infraestrutura, que possam adequá-lo às normas.

Grana acatou, em setembro, a recomendação do MP pela interdição do Teatro Municipal, iniciando obras no local, que será inaugurado em dezembro, com possibilidade de ser reaberto em evento de apresentação do PPA Regional. O prefeito também assinou TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) para reformar o Cine Teatro Carlos Gomes, há mais de cinco anos sem atividades. “Estamos reformando o Municipal e abrimos capacitação de recursos para o Carlos Gomes. É cronológico. Por isso, (no Conchita) esperamos que eles nos deem prazo para concluírmos o ano letivo.”
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Teatro Conchita ficará aberto, mesmo com indicação do MP

Espaço em Sto.André tem recomendação de interdição da promotoria por falta de segurança ao público

Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

05/11/2013 | 07:03


O prefeito de Santo André, Carlos Grana (PT), rechaçou ontem fechar de imediato as portas do Teatro Conchita de Moraes, no bairro Santa Terezinha, embora haja recomendação do Ministério Público ao petista para que o espaço seja interditado devido à falta de segurança de local. O chefe do Executivo negocia com a promotoria a possibilidade de prorrogar o encerramento das atividades. “Não pretendo interditá-lo até a conclusão das aulas da ELT (Escola Livre de Teatro), que se dará no fim do ano.”

A ELT atua no equipamento público. O MP deu prazo até sexta-feira para que o prefeito esclareça quais medidas serão adotadas em relação às indicações. Grana afirmou que entrou em contato com a promotoria para analisar as condições de tratar o tema. “Não há disposição de fechar (nesse momento). Vou insistir com o Ministério Público para que a gente (administração) possa, pelo menos, concluir o período de aulas e assim não haja o prejuízo aos alunos”, sinalizou.

A promotoria orientou o prefeito a adotar as providências necessárias para se fazer cessar qualquer utilização do teatro. Isso porque o imóvel não conta com AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros), ou seja, está funcionando de maneira irregular, sem alvará dos bombeiros. A Defesa Civil lavrou, inclusive, um auto de interdição, conforme a análise técnica realizada no local. Segundo o laudo, a situação retratada nas vistorias é preocupante, que pode causar tragédia de grande monta, com perda de inúmeras vidas humanas.

Ao mencionar a postura do governo, Grana argumentou que o planejamento para o exercício de 2014 ainda não foi finalizado. O problema nas contas da Prefeitura, segundo o petista, é outro fator que dificulta a gestão de tomar providências e iniciar intervenções na infraestrutura, que possam adequá-lo às normas.

Grana acatou, em setembro, a recomendação do MP pela interdição do Teatro Municipal, iniciando obras no local, que será inaugurado em dezembro, com possibilidade de ser reaberto em evento de apresentação do PPA Regional. O prefeito também assinou TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) para reformar o Cine Teatro Carlos Gomes, há mais de cinco anos sem atividades. “Estamos reformando o Municipal e abrimos capacitação de recursos para o Carlos Gomes. É cronológico. Por isso, (no Conchita) esperamos que eles nos deem prazo para concluírmos o ano letivo.”
 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;