Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 21 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Região tem nova rodada de discussão sobre universidade


Ângela Corrêa
Do Diário do Grande ABC

20/06/2004 | 19:00


As lideranças da região que discutem a implementação e o perfil da universidade pública se reúnem nesta segunda-feira, às 14h, na sede do Consórcio Intermunicipal do ABC, em Santo André, para apresentar as sete propostas fixadas em reunião, na última quarta-feira, ao representante do MEC (Ministério da Educação e Cultura), Manoel Palácios, diretor do Departamento de Desenvolvimento do Ensino Superior, da Secretaria de Ensino Superior.

Na pauta estão, entre outros assuntos, a parcela de colaboração da iniciativa privada na discussão do modelo de ensino superior da região. A reunião também é encarada com expectativa, já que, além do modelo, não há definição real sobre locais, cursos ou mesmo data para início das aulas. “Há ainda muitas dúvidas e poucas soluções”, afirmou o deputado estadual Orlando Morando, que participou das discussões do consórcio e confirmou presença nesta segunda na reunião.

Federalização – Na tarde de sábado, o presidente do Movimento Pró-Universidade Pública do ABC, Luciano Lourenço da Costa, se reuniu na Fundação Santo André com cerca de 20 representantes do movimento em Santo André, Diadema e Mauá, para discutir as propostas.

Segundo Costa, é consenso entre os representantes do movimento de que somente com a federalização dos três centros universitários semipúblicos da região – Fundação Santo André, Faculdade de Direito São Bernardo e Imes, em São Caetano – se elaboraria um modelo ideal da universidade. No entanto, ficou definido que esse item não seria abordado na reunião de hoje. “Temos todo o interesse em que a universidade seja implementada o mais rápido possível. Queremos apressar a discussão”, afirmou Costa. Representantes do movimento também participam da reunião nesta segunda na sede do Consórcio.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;