Fechar
Publicidade

Domingo, 7 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

São Caetano propõe reajuste de 7% a servidor

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Este é o primeiro dissídio da categoria desde 2019; proposta também prevê novo piso salarial


Da Redação

18/05/2022 | 09:00


A Prefeitura de São Caetano encaminhou à Câmara projeto de lei que reajusta os salários dos 7.111 servidores públicos municipais (da administração direta e indireta) em 7%. Este é o primeiro dissídio do funcionalismo desde 2019, já que a Lei Complementar 173/2020 proibiu o reajuste no salário de servidores federais, estaduais e municipais do início da pandemia (2020) até 31 de dezembro de 2021.

O investimento da administração direta (para 5.911 servidores) será de R$ 26,5 milhões. O reajuste será pago da seguinte forma: 2,87% retroativos a 1º de março, 2% a partir de 1º de junho e 2,13% a partir de 1º de setembro.

“Este é o resultado de um enorme esforço financeiro e orçamentário. Apesar de todas as dificuldades econômicas impostas pela pandemia, conseguimos colocar em prática ações importantes de valorização do nosso funcionalismo, que é o principal responsável pela prestação de serviços de excelência aos nossos moradores”, afirmou o prefeito José Auricchio Júnior (PSDB).

Além do reajuste, a Prefeitura encaminhou à Câmara a proposta de novo piso salarial da categoria, que será corrigido para R$ 2.676,35 (composto por piso de R$ 2.200, vale-transporte de R$ 245,55 e cesta básica de R$ 199,64). Dessa forma, a medida representa um aumento real de 21,65% para 2.005 servidores. A correção do piso resultará em investimento de R$ 8,5 milhões ao longo deste ano.

Ambas iniciativas integram o plano de valorização do funcionalismo, que começou a ser colocado em prática no início deste mês, com a antecipação do pagamento da primeira parcela do 13º salário da categoria.

O investimento total com estas três ações (reajuste salarial, novo piso e antecipação do 13º) está estimado em R$ 51,7 milhões. Elas dão suporte econômico e financeiro aos servidores, em momento de aumento na procura por diversas linhas de crédito junto aos bancos. Além disso, beneficiam a economia local, já que boa parte deste total deverá ser gasta com consumo e prestação de serviços na cidade. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;