Fechar
Publicidade

Domingo, 24 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Internet ajuda a fiscalizar deputados


Juliana de Sordi Gattone
Do Diário do Grande ABC

16/04/2007 | 07:37


Fazer movimentações bancárias ou compras, baixar músicas em MP3 ou vídeos em MP4, trocar informações, realizar pesquisas e debates e ainda conversar em tempo real. A internet trouxe uma infinidade de possibilidades a quem se arrisca a navegar pelo mundo virtual. Além da facilidade, rapidez e comodidade – é possível fazer quase tudo sem sair de casa –, a web ainda tem uma função que poucas pessoas se arriscam a utilizar: fiscalizar o trabalho dos parlamentares.

A tarefa – simples até mesmo para quem desconhece a ferramenta – deixou de ser privilégio apenas da imprensa e do Ministério Público, e requer somente um pouco de curiosidade. Ou seja, hoje, não há mais desculpa para dar um voto por falta de informação.

Além dos sites oficiais dos deputados – alguns mantêm páginas – há ainda os endereços criados especialmente com o objetivo de relatar dados nem sempre informados no espaço virtual dos parlamentares. Caso, por exemplo, da página da ONG (Organização Não Governamental) Transparência Brasil (consulte os endereços no quadro ao lado). Nela, o link Excelências traz dados a respeito de gastos, despesas com viagens, processos que sofrem na Justiça e doadores de campanha. A pesquisa pode ser feita fornecendo nome, partido ou mesmo Estado do parlamentar.

Já no site do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o eleitor pode conferir as pessoas físicas e jurídicas que fizeram doações de campanha, os gastos do pleito eleitoral, a votação e os processos eleitorais de todos os políticos.

Na área financeira, a página da entidade Contas Abertas mantém a atualização da execução orçamentária do governo federal, que inclui o encaminhamento das emendas apresentadas pelos deputados. Nela, por meio do link Orçamento da União e, em seguida, no item Emendas Parlamentares é possível fazer acompanhamento diário da liberação de verbas, bem como conhecer as sugestões apresentadas pelos políticos.

Após o abalo no prestígio do Poder Legislativo – com as denúncias do mensalão e do Caixa 2 eleitoral – os sites oficiais dos órgãos também passaram a adotar a filosofiada transparência. Tanto na Câmara quanto na Assembléia Legislativa é possível conhecer a biografia dos políticos, os projetos apresentados, as comissões das quais fazem parte e os discursos feitos em plenário.

No caso da Câmara, o link Transparência dá acesso ao orçamento da Casa, contratos realizados, funções ocupadas em comissão (cargos de confiança), licitações, concursos públicos, verbas gastas em viagens e valores utilizados pelos gabinetes. Já no site da Assembléia Legislativa é possível acessar, a cada mês, os gastos realizados pelos deputados.

OFICIAIS
A necessidade de acompanhar as tendências motivou a maioria dos deputados federais e estaduais do Grande ABC a manter páginas na internet. Entre as informações predominantes estão projetos, visitas, pedidos atendidos, audiências com eleitores e com secretários ou ministros.

Os três deputados federais da região têm página na web: Frank Aguiar (PTB-São Bernardo), Ivan Valente (Psol-São Caetano) e Vicente Paulo da Silva, o Vicentinho (PT-São Bernardo). Na Assembléia, seis dos nove representantes do Grande ABC possuem site oficial, caso dos petistas Ana do Carmo (São Bernado), Donisete Braga (Mauá) e Vanderlei Siraque (Santo André), além do tucano Orlando Morando (São Bernardo) e do pedetista Jose Bittencourt (Santo André). Não foram encontradas as páginas de Mário Reali (PT-Diadema) e de José Augusto da Silva Ramos (PSDB-Diadema). Alex Manente (PPS-São Bernardo) afirma estar desenvolvendo o site.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;