Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 28 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Grande ABC tem 514 servidores afastados com gripe ou Covid

Claudinei Plaza/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Mauá é o município com o maior número de casos; Ribeirão faz contratações emergenciais


Anderson Fattori

14/01/2022 | 07:57


As prefeituras do Grande ABC contam com 514 servidores municipais afastados das atividades em razão da Covid-19 ou de casos gripais, a maioria deles (34,2%) é de Mauá, que tem 176 trabalhadores ausentes, o que representa 2,9% do total de 6.122 funcionários públicos do município. Apesar de o montante representar apenas 1,12% do total de 45.733 funcionários públicos ativos nas sete cidades, a situação já obrigou a ajustes nas cargas horárias dos funcionários e até contratações emergenciais para conseguir atender às demandas dos munícipes.

A segunda cidade que mais sofre com os casos gripais e Covid neste início de ano é Diadema, que acumula 88 servidores afastados do trabalho por essa razão (1,1% do total de funcionários públicos ativos), seguida de São Bernardo, com 74 (0,6% do total); São Caetano, com 73 (1,25%); Santo André, com 52 (0,6%); Ribeirão Pires, com 33 (1%); e Rio Grande da Serra, com 18 (2%).

Em Ribeirão Pires, as baixas no quadro de funcionários sobrecarregaram os demais trabalhadores. Por meio de nota, a Prefeitura disse que alguns servidores estão trabalhando além da jornada para dar conta da demanda e ganhando horas extras. “A Secretaria de Saúde de Ribeirão Pires solicitou que alguns funcionários fizessem hora extra para que não ocorressem prejuízos à população e está trabalhando também na contratação de novos profissionais”, explicou a administração.

As outras seis prefeituras do Grande ABC disseram que ainda não foi necessário fazer ajustes na carga horária dos servidores, tampouco realizar contratações emergenciais, mas disseram que acompanham com cuidado a situação.

Cidade com mais casos gripais entre os servidores, Mauá emitiu decreto no início de setembro de 2021 obrigando todos os funcionários públicos a apresentar o comprovante de vacinação contra a Covid, assim como ocorre em São Bernardo e Diadema. As cidades, no entanto, não divulgaram quantos servidores já foram punidos por não terem se imunizado contra o coronavírus.

No Estado, 1.754 servidores da rede estadual de hospitais foram afastados com confirmação ou suspeita da Covid e demais Srags (Síndromes Respiratórias Agudas Graves). Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, o número representa 1% do total de funcionários da rede — que tem mais de 172,3 mil profissionais. Diante da situação, ontem o prefeito Ricardo Nunes autorizou a contratação emergencial de profissionais para substituir os afastados. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;