Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 19 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Leite pede que PSDB e Doria priorizem 3ª via

Divulgação/Palácio Piratini/Gustavo Mansur Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Governador do Rio Grande do Sul diz que tucanos têm de ‘ficar atentos’ e se oferece para ajudar



01/12/2021 | 09:37


Recém derrotado nas prévias do PSDB que definiram o pré-candidato da sigla à disputa presidencial, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, nega que pretenda deixar o ninho tucano, mas cobra do partido e do vencedor das prévias, o governador João Doria (SP), priorizar a construção de uma aliança para derrotar o presidente Jair Bolsonaro (PL) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).</CW><CW-30>

Nessa mesma linha, Leite afirmou que vai seguir atuando na criação da chamada “terceira via” nas eleições de 2022. “Tanto quanto eu puder ser útil dentro de um processo que ajude a construir uma alternativa pelo PSDB, estou à disposição para ajudar”, disse o governador. “E antes mesmo do PSDB vem o Brasil, acima de tudo vem o Brasil.”

“Minha postura sempre foi estar aberto para negociar com os demais partidos políticos. Se houver alguém com melhor condições de se viabilizar como uma alternativa a Lula e Bolsonaro, entendo que precisamos estar abertos a essa discussão”, afirmou Leite. “Eu espero que João Doria tenha essa mesma disposição de dialogar, de buscar construir uma alternativa para o Brasil.”

Segundo colocado na tumultuada disputa tucana, Leite e Doria trocaram duras críticas ao longo da campanha interna, que teve a impugnação de eleitores dos dois lados – em meio a acusações de que datas reais de filiação ao partido foram alteradas no credenciamento, o que deixou mais de 100 eleitores fora do pleito – e a pane tecnológica que atrasou o processo em quase uma semana.</CW>

Apesar da disposição de seguir influenciando o cenário nacional, Leite se volta agora para a própria sucessão no Rio Grande do Sul. Ele reiterou a promessa de que não vai disputar a reeleição e trabalha para fazer do atual vice-governador, Ranolfo Vieira Júnior, recém-chegado ao PSDB, candidato de uma ampla aliança capitaneada pelos tucanos. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;