Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 18 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Black Friday sem dor de cabeça


Do Diário do Grande ABC

24/11/2021 | 23:59


Embora a pandemia tenha causado prejuízos para a população, a Black Friday surge como esperança para a economia. Para os consumidores, é a chance de obter produtos de qualidade e antecipar as compras de Natal, enquanto que, para os vendedores, a data é bela oportunidade para lucrar, projetar vendas e atingir novos clientes a partir da oferta de produtos por preços mais atrativos. A Black Friday ocorre amanhã, mas as promoções estão sendo veiculadas desde o início do mês. Com a internet, o consumidor não precisa sair de casa para ser bombardeado por ofertas. Propagandas veiculadas nas redes sociais com preços módicos e anúncios em marketplaces se destacam perante a tradicional comercialização em lojas físicas.


Durante a pandemia, houve expressivo aumento nas vendas on-line. De acordo com a Ebit/Nielsen, em 2020 foi verificado aumento de 25% nas compras durante a Black Friday em comparação ao ano anterior. Neste ano espera-se mais um aumento significativo, já que o consumidor se adaptou às comodidades do e-commerce. Embora a internet tenha facilitado o acesso e a pluralidade na escolha para o consumidor, é preciso ter cautela na hora da compra, pois, na mesma proporção do aumento da oferta e da procura, há quadrilhas especializadas que se beneficiam de datas comemorativas para aplicar golpes em consumidores desavisados.


Quando pensamos em contrafação – ou pirataria –, os danos atingem não só os titulares das marcas, que têm sua clientela desviada e reputação prejudicada, mas também os consumidores, que adquirirão produtos de qualidade duvidosa. No caso de eletrônicos, a baixa qualidade pode gerar consequências graves como curto-circuito e explosões. De acordo com a Abracopel (Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade), foram registrados 759 acidentes e 402 óbitos envolvendo incêndios originados por sobrecarga e choques elétricos, sendo a maior parte dos casos decorrente de produtos contrafeitos, os quais não têm seus padrões de qualidade atestados pelo Inmetro.


Além da contrafação, a compra on-line descuidada coloca o consumidor em posição vulnerável em relação a fraudes, podendo ter sua privacidade exposta, contas invadidas, dados utilizados por terceiros mal-intencionados e clonagem de cartões de crédito. Mas calma. Medidas simples, como a escolha por lojas oficiais e licenciadas, atenção às avaliações e comentários de consumidores nas plataformas on-line, bem como a busca por reclamações em páginas especializadas podem evitar dores de cabeça. Pesquise sobre a empresa por trás do anúncio, não se leve somente pelo preço e boas compras.


Mariana Benfati e Natalia Gigante são sócias da Daniel Advogados.


PALAVRA DO LEITOR

Estão malucos ?
A Terra não é plana e o universo é infinito. Como pode a Rússia enviar foguete da Terra para aniquilar satélite apenas para provar que pode? E o lixo que ficará em nossa órbita terrestre? Já não basta contaminarmos nosso planeta? Agora vêm os Estados Unidos pretendendo alterar a rota de um asteroide que sequer aflige nosso planeta. Não entendo como esse experimento pode nos salvar no futuro! O que entendo é que estão interferindo na natureza do cosmos. Será que os inteligentes da Nasa calcularam que, com o desvio do asteroide, não poderemos posteriormente chocá-lo com outros corpos celestes e talvez criarmos maiores problemas? Com a palavra os astrônomos, físicos e cientistas sérios e não apenas a disputa entre Estados Unidos e Rússia.
Caio Augusto de Carvalho
Santo André


Diga ‘não’
Como se pretende mudar o País com homens que, após atravessarem tantos anos juntos no poder, convivendo com governos de todas as tendências, digam-se eles liberais, socialistas, democratas ou seja lá o que forem, até hoje nada de efetivo fizeram com vistas a projeto maior, acima de interesses pessoais, partidários e corporativos e verdadeiramente voltado a contribuir para bem-estar e distribuição da riqueza ao povo? Jovem brasileiro, diga ‘não’ com o seu voto eleitoral aos velhos larápios e enganadores de almas ingênuas.
Francisco Emídio Carneiro
São Bernardo


Possidonio
Ainda sobre a entrevista com Péricles Faria (Entrevista da Semana, dia 22), Antônio Possidonio Sampaio também morou em Santo André. Foi homenageado na cidade com o projeto do ex-vereador Alemão Duarte com a criação do Dia do Escritor e da Escritora em homenagem ao dia do nascimento do advogado, jornalista e escritor, dia 29 de outubro de 2020. Possidonio nasceu na Bahia em 29 de outubro de 1931 e quando mudou para São Paulo, os primeiros anos residiu na Capital e depois mudou para Santo André, passando a frequentar o Centro Cultural Alpharrabio, administrado pela escritora e poetisa Dalila Teles Veras, outra grande divulgadora da região no Brasil e no Exterior, por meio dos livros de sua autoria ou de outros autores publicados pela Alpharrabio Edições. Para terminar, lembro ainda lugares turísticos da região divulgados em eventos de outras localidades, as atividades do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC e as notícias de outras cidades publicadas por este Diário.
Hildebrando Pafundi
Santo André


PEC da bengala
A comissão de constituição e Justiça da Câmara aprovou a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que retoma idade de 70 anos para aposentadoria compulsória de ministros do Supremo Tribunal Federal, demais cortes superiores e Tribunal de Contas da União. Atualmente, o limite é de 75. E por que não aproveitam para mudar a forma de indicação para os tribunais? Deveriam ser ministros, juízes de carreira e com mandatos de oito a dez anos e pronto. Se o mandato terminar antes do interessado completar o tempo, o indicado volta a trabalhar de onde veio até completar a idade para se aposentar.
Izabel Avallone
Capital
 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;