Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 9 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Bahia vence a Chapecoense por 3 a 0 e empurra o Santos para zona de rebaixamento



24/10/2021 | 22:35


Com um início de jogo eletrizante, o Bahia venceu a Chapecoense por 3 a 0, neste domingo à noite, na Arena Fone Nova, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, atingiu os 31 pontos, deixou a zona de rebaixamento e subiu para o 15º lugar. De uma só vez, ultrapassou dois concorrentes na briga contra a degola: o Juventude e o Santos, ambos com 29 pontos.

O time paulista agora ocupa a 17ª posição, abrindo o Z-4, na frente apenas de Sport (27), Grêmio (26) e Chapecoense (13). O time catarinense segue na lanterna e apenas cumpre tabela, já convicto de que terá que recomeçar na Série B em 2022.

O Bahia completou quatro jogos sem perder com o técnico Guto Ferreira, que conseguiu transformar o ambiente entre os jogadores. Neste jogo ele surpreendeu ao escalar dois centroavantes - Gilberto e Rodallega - e ao confirmar Raí Nascimento no meio-campo no lugar do suspenso Lucas Mugni.

Nem bem a bola saiu do centro do gramado e já estava na área da Chapecoense. Em seguida, Rodallega abriu para Nino Paraíba, do lado direito. Após cruzamento, os dois zagueiros trombaram e a bola sobrou para o chute diagonal de Gilberto. Bahia na frente no primeiro minuto. Foi o 11º gol do atacante, artilheiro do Brasileirão ao lado de Hulk, do Atlético-MG e de Yuri Alberto, do Internacional.

Mantida a pressão, o segundo gol saiu aos 19 minutos. Matheus Bahia avançou pelo lado esquerdo e levantou para o outro lado. O rápido Raí Nascimento apareceu na costas do marcador, esticou o pé direito e pegou de primeira. Um belo gol: 2 a 0.

Dono do jogo, o Bahia ainda criou outras chances para ampliar. No segundo tempo, a Chapecoense começou em ritmo acelerado para o tudo ou nada. O técnico Pintado abriu mão do esquema com três zagueiros, tirando Laércio para a entrada do atacante Kaio Nunes. O goleiro Danilo Fernandes até fez uma boa defesa.

O Bahia recuou, suportou a pressão e na primeira investida ampliou o placar, aos seis minutos. Raí cobrou escanteio com curva e o zagueiro Luiz Otávio apareceu na pequena área para desviar de cabeça.

O próprio Guto Ferreira tratou de administrar a vantagem, inclusive, tirando o artilheiro Gilberto e mais dois jogadores. A Chapecoense, sem esperança, se conformou com nova derrota, a de número 17 em 28 jogos.

Na próxima quarta-feira o Bahia vai enfrentar o Ceará, em jogo adiado da 23ª rodada. No sábado sai contra o Juventude, então pela 29ª rodada. A Chapecoense só entra em campo no dia 1º de novembro, quando vai enfrentar o Corinthians, em São Paulo.

FICHA TÉCNICA

BAHIA 3 X 0 CHAPECOENSE

BAHIA - Danilo Fernandes; Nino Paraíba (Rodriguinho), Conti, Luiz Otávio e Matheus Bahia; Patrick de Lucca, Daniel (Raniele) e Raí Nascimento (Douglas Borel) ; Rodalegga, Gilberto (Juan Ramirez) e Juninho Capixaba (Ronaldo). Técnico: Guto Ferreira.

CHAPECOENSE - Keiller; Laércio (Kaio Nunes), Joilson e Jordan; Matheus Ribeiro, Moisés Ribeiro (Ezequiel), Anderson Leite, Denner e Busanello (Lima); Mike (Ronei) e Rodriguinho (Henrique Almeida). Técnico: Pintado.

GOLS - Gilberto a 1 e Raí aos 19 minutos do primeiro tempo; Luiz Otávio aos 6 do segundo.

ÁRBITRO - Wilton Pereira Sampaio (GO).

CARTÕES AMARELOS - Raí Nascimento (Bahia) e Kaio Nunes (Chapecoense).

RENDA E PÚBLICO - Não divulgados.

LOCAL - Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;