Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 29 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Obra de reforma do terminal rodoviário de Mauá começa hoje


Daniel Tossato
do Diário do Grande ABC

23/10/2021 | 05:41


A Prefeitura de Mauá lançou ontem a OS (Ordem de Serviço) para iniciar obra de modernização do terminal rodoviário e que prevê a construção de um centro comercial, na Praça 22 de Novembro, no Centro da cidade.

Conforme o prefeito Marcelo Oliveira (PT), a obras começam hoje e o empreendimento deverá ser entregue em prazo de 18 meses. O chefe do Executivo estimou que o valor da obra deverá ser de aproximadamente R$ 60 milhões e deverá ser pago por meio de PPP (Parceria Público-Privada). Assim que construído, a empresa que tocará a obra terá o direito de explorar comercialmente o novo terminal por 35 anos. O projeto está a cargo da Demac Empreendimentos Imobiliários e Participações, sediada em Jundiaí.

“Além de reformular a área, a obra vai gerar 1.500 empregos diretos e mais 4.500 indiretos. A construção vai ter duração de 18 meses e vai transformar não só o terminal, mas também a praça, nos mesmos moldes da Praça do Doce (em Ribeirão Pires). Estamos desde o primeiro dia do mandato debruçados neste projeto”, declarou o chefe do Executivo.

O Diário adiantou, na terça-feira, o projeto escolhido pela Prefeitura para reformular todo o terminal central. O desenho do empreendimento, entretanto, avança sobre parte da Praça 22 de Novembro, que é tombada pelo CondephaatMA (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Arqueológico e Turístico de Mauá), desde 2003. Marcelo Oliveira sustentou que conseguiu, junto ao grupo municipal, o destombamento do local.

“Fui para Brasília e para São Paulo para poder organizar a documentação. E tem a questão do tombamento da praça. Ela é tombada por uma questão histórica e simbólica, não por uma questão de patrimônio. Dialogamos com o CondephaatMA e todos concordaram com o destombamento”, sustentou o prefeito. Além disso, Oliveira pretende construir monumento em homenagem ao 22 de Novembro (data do movimento autonomista que deu início ao desmembramento do município) na nova praça, assim como reformar a Casa do Autonomista, imóvel histórico da cidade.

O novo terminal ainda prevê integração com a Estação Mauá da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos). O prefeito alega que a obra não impactará na entrada e na saída dos ônibus das plataformas, assim como na mobilidade dos usuários. A ideia, segundo o chefe do Executivo, é reformar duas baias por vez.

SEGURANÇA

Ainda conforme Marcelo Oliveira, o projeto vai dar a administração direito a obras de contrapartida para melhoria do entorno do terminal. Uma destas intervenções seria a implementação de um “Quarteirão da Segurança”, ainda sem local determinado, mas que ficaria nas redondezas da Praça 22 de novembro. Além disso, as obras de melhoria do local também preveem intervenções ligadas a drenagem de águas de chuva. A reforma da Casa dos Autonomistas também estaria na conta de intervenções para revitalizar o entorno do terminal. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;