Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 8 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Na pandemia, Tite turbina gastos com comunicação

Claudinei Plaza/ DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Prefeito interino de S.Caetano eleva orçamento do setor em 322%; saúde obteve 19% de aumento


Júnior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

12/10/2021 | 00:41


O prefeito interino de São Caetano, Tite Campanella (Cidadania), turbinou os gastos com comunicação do governo neste exercício, ano em que o País assistiu à piora da pandemia de Covid-19. Levantamento feito pelo Diário revela que o aumento da despesa com o setor foi de 322,5%, alta que superou até reajustes dados a áreas consideradas essenciais, como a saúde.

No ano passado, o governo do ex-prefeito José Auricchio Júnior (PSDB) desenhou a peça orçamentária para 2021 e reservou fatia de R$ 1,5 milhão para gastar com a comunicação do Palácio da Cerâmica, que envolve despesas com peças publicitárias institucionais, por exemplo. Neste ano, porém, Tite – vereador eleito e presidente da Câmara – assumiu interinamente o governo em decorrência da cassação da candidatura de Auricchio e decidiu engordar o orçamento do setor para R$ 6,6 milhões.

O aumento foi maior que o aplicado em áreas como educação, segurança pública, saúde e assistência social. Os dois últimos setores, inclusive, são considerados cruciais para atender às demandas oriundas da crise sanitária.

Apesar de desproporcional frente à alta para comunicação, a pasta da Saúde também recebeu mais verbas do que o planejado no ano passado. O governo Auricchio havia programado orçamento de R$ 362,1 milhões à pasta. Sob o governo interino, a área receberá 19,85% a mais de verba neste ano.

O prefeito em exercício também decidiu ampliar o aporte disponível para o secretário de Educação, Fabrício Coutinho, embora de forma bastante tímida: 5,67% – R$ 541,9 milhões para 572,7 milhões.

Embora tenha recebido aval para mais investimentos, Fabricio fechou a torneira de recursos da secretaria e, como revelou o Diário recentemente, foi alertado pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado) para a iminência de não atingir os 25% exigidos pela Constituição Federal de aplicação no setor. Uma das decisões polêmicas do governo interino foi reduzir a oferta municipal de vagas da EJA (Educação de Jovens e Adultos), apesar de o município receber transferência da União, por meio do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica), para aplicar a iniciativa.

O reajuste aplicado no orçamento da Secretaria de Assistência e Inclusão Social também foi acanhado – passou de R$ 61 milhões para 69,4 milhões. O setor é responsável, por exemplo, por políticas de assistência a famílias carentes. O Diário já revelou que a pasta mantém contrato para fornecimento de cestas básicas cujos preços dos alimentos são mais caros que os valores praticados no mercado comum. Na contramão, as verbas para Cultura foram reduzidas no governo Tite: caiu de R$ 10,1 milhões para R$ 9,6 milhões.

A alta para o setor de comunicação chama atenção porque, diferentemente das demais áreas, nem sequer possui estrutura própria de secretaria. Atualmente, é um braço da pasta de Governo, sob o comando de Silvia de Campos. Durante este ano, por exemplo, a gestão interina apostou em peças publicitárias em horário nobre da TV.

Questionado sobre os motivos de priorizar a comunicação em plena pandemia, o governo Tite se limitou a negar os números oficiais publicados pela própria administração no Portal da Transparência. “Não houve crescimento e sim manutenção dos investimentos."



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;