Fechar
Publicidade

Domingo, 17 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Mauá lidera aumento regional em arrecadação de ISS no 1º semestre

Celso Luiz/ DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Abertura de empresas do setor e retomada da economia dão impulso para geração do tributo


da Redação

19/09/2021 | 00:01


Prefeituras do Grande ABC registraram aumento na arrecadação de ISS (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza) no primeiro semestre de 2021. O conjunto de seis das sete cidades – Rio Grande da Serra não entrou no levantamento – apresentou crescimento de 13,32% na geração do tributo quando comparado ao mesmo período do ano passado. Mauá puxou a alta regional, com ampliação de 39%. Abertura de empresas do setor e retomada da economia após o pior cenário da pandemia colaboraram para o cenário.

“A retomada gradual das atividades econômicas, aliada às ações positivas das prefeituras da região, como a recuperação de créditos, a fiscalização e o gerenciamento tributário, contribuiu para esse expressivo crescimento, que impulsionará o investimento nas cidades”, explica Luiz Alberto Rodrigues, CEO da Eicon.

O setor de serviços inclui os segmentos de bares e restaurantes, construção civil, turismo, academias e estabelecimentos financeiros, como bancos, entre outros. A empresa dirigida por Rodrigues atua em seis das sete cidades do Grande ABC, fornecendo ferramentas que dão eficiência ao departamento tributário, e foi responsável pelo levantamento, cujos dados foram repassados com exclusividade ao Diário.

Outro fator que contribuiu para o aumento da arrecadação de ISS na região nos seis primeiros meses do ano foi a abertura de novas empresas, superior ao mesmo período de 2020, fruto do reaquecimento econômico. “Esse é um resultado que demonstra a confiança do empresário na economia da cidade”, afirma Rodrigues.

O melhor desempenho no recolhimento de ISS foi de Mauá (acompanhe em arte nesta página a variação verificada nos seis municípios). O número de empresas abertas em território mauaense no primeiro semestre de 2021 cresceu 17% em relação ao ano passado. Entre janeiro e junho foram abertos 2.465 novos negócios, ante 2.104 em 2020.

Diadema aparece com o segundo melhor desempenho com o pagamento de INSS, com crescimento de 21%. A quantidade de negócios abertos nos seis primeiros meses deste ano foi 31% superior ao ano passado. Entre janeiro e junho foram criadas 1.445 empresas do setor na cidade, ante 1.106 em 2020. Já o fechamento de empresas recuou 9% no período. Em 2021, 336 firmas do segmento fecharam no município de janeiro a junho – na mesma época de 2020, o número foi de 371.

São Bernardo ocupa a terceira posição no ranking da Eicon. A arrecadação de ISS saltou 14%. O número de empresas abertas na cidade no semestre inicial de 2021 foi 47% superior ao ano passado. Foram abertos 5.387 negócios, ante 3.676 em 2020. Já o fechamento de empresas recuou 10% no período. Em 2021, 1.115 empresas fecharam no município no primeiro semestre, menos do que as 1.299 do mesmo período de 2020.

Com 11% a mais de ISS arrecadado no primeiro semestre de 2021, Ribeirão Pires aparece na quarta colocação no ranking regional. O número de empresas abertas no primeiro semestre de 2021 cresceu 55% em relação ao ano passado. Entre janeiro e junho foram abertos 596 negócios, ante 385 em 2020.

São Caetano é a quinta no ranking. A cidade registrou crescimento de 10% na arrecadação de ISS. O número de empresas abertas nos seis primeiros meses de 2021 foi 25% superior ao ano passado. Entre janeiro e junho foram abertos 1.983 negócios, ante 1.581 em 2020. Já o fechamento de empresas na cidade recuou 32% no período, passando de 778 no ano passado para 529 em 2021.

Santo André está na sexta posição em aumento de arrecadação de ISS, com 8%. O número de empresas abertas no primeiro semestre de 2021 cresceu 37% ante 2020. Entre janeiro e junho foram abertos 7.812 negócios, contra 5.684 em 2020. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;