Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 26 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Consórcio articula com Estado instalação de ambulatório regional para travestis e transexuais

Divulgação/Consórcio ABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Entidade regional pede descentralização do serviço oferecido apenas na Capital


Da Redação
Do Diário do Grande ABC

20/08/2021 | 15:42


O Consórcio Intermunicipal Grande ABC articula com o Governo do Estado a instalação de um ambulatório de saúde integral para travestis e transexuais na região. Atualmente o serviço é oferecido apenas no CRT/ Aids (Centro de Referência e Treinamento em Aids, na Capital.

A iniciativa é um pleito debatido regionalmente há mais de 10 anos e reforçado em uma das demandas apresentadas à entidade regional, em 29 janeiro, por uma comissão formada por representantes do poder público, da sociedade civil e de grupos sociais. As propostas foram discutidas em reunião promovida pelo vereador Márcio Araújo, de Mauá, com o coordenador estadual de Políticas Para a Diversidade Sexual, Marcelo Gallego.

Em 28 junho, o Consórcio ABC recebeu a médica sanitarista e coordenadora-adjunta do Programa Estadual de DST/Aids, Maria Clara Gianna, e protocolou o pleito para a instalação pelo Governo do Estado do ambulatório.

A demanda fol encaminhada ao Departamento Regional de Saúde I – (DRS I), responsável por cuidar do planejamento das ações do setor na Região Metropolitana de São Paulo, e ao Centro de Apoio Regional I do Grande ABC (Cars ABC), vinculados à Secretaria Estadual da Saúde. O tema deve integrar a pauta da próxima reunião da Comissão Intergestores Regional (CIR), ainda neste mês.

O secretário-executivo do Consórcio ABC, Acacio Miranda, ressaltou que a entidade regional está trabalhando para viabilizar a instalação no Grande ABC do equipamento. “Estamos atuando junto ao Governo do Estado para a descentralização do  ambulatório de saúde integral para travestis e transexuais. A instalação de uma unidade na nossa região vai facilitar o acesso aos serviços públicos de saúde por essa população, o que significa uma melhoria do atendimento dos direitos humanos”, afirmou Acacio Miranda.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;