Fechar
Publicidade

Sábado, 31 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Médico que atendeu Diana após acidente revela que lhe ofereceram dinheiro por sapato com sangue da princesa



19/06/2021 | 15:11


O médico MonSef Dahman foi um dos cirurgiões que atenderam a princesa Diana após o acidente que acabou causando sua morte, em agosto de 1997. Em entrevista ao jornal britânico Daily Mail, o profissional falou pela primeira vez como foi a noite em que Lady Di deu entrada no hospital e revelou alguns acontecimentos bizarros que aconteceram depois.

Segundo o cirurgião, ela teve um rasgo na veia pulmonar e, apesar da equipe médica ter feito o reparo, o estresse foi muito para o coração da princesa - que não voltou a bater.

- Lutamos muito, tentamos muito. Quando você está trabalhando em condições como aquela, você não percebe a passagem do tempo. A única coisa importante era fazer tudo o que fosse possível por ela.

Após a tragédia, o que MonSef não esperava é que pessoas passariam a se infiltrar no hospital na tentativa de se passarem por parte da equipe.

- Vimos pessoas se disfarçando, empurrando carrinhos, tentando obter informações.

Além disso, o médico revelou que nunca se esqueceu de uma situação pra lá de bizarra, envolvendo um dos pertences da mãe de Harry e William. Como de costume, ele estava usando roupas brancas na hora do atendimento de Diana, e acabou ficando com o sapato sujo de sangue.

- Obviamente nessa situação você não presta atenção em nada além de tentar salvar o paciente. Só na manhã seguinte percebi que meus sapatos estavam manchados de sangue. O hospital é muito grande e eu estava andando entre prédios, quando um francês se aproximou de mim e disse: Tenho interesse em seus sapatos. Eu quero comprá-los. Eles têm sangue real.

Eita! Assustado com o pedido, MonSef disse que correu para limpar os sapatos.

- Fim da história, disparou ele.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;