Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 21 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Profissionais da educação não conseguem se vacinar em São Bernardo

Scott Heins/Gabinete do Governador Andrew M. Cuom Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Trabalhadores não receberam QR Code do governo do Estado; prefeitura afirma que documentação é obrigatória


Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

14/05/2021 | 19:38


Cerca de 20 trabalhadores da educação de São Bernardo estiveram na tarde de hoje no Ginásio Poliesportivo  Adib Moysés Dib para tomar a primeira dose da vacina contra a Covid-19, mas não conseguiram ser imunizados. Apesar da vacinação estar agendada junto à Prefeitura, nenhum dos profissionais recebeu o QR Code que deveria ter sido enviado pelo governo do Estado, após cadastro no site Vacina Já. "Fizemos todo o processo, mas não gerou QR Code para ninguém. As aulas voltam na segunda-feira e a gente não foi vacinado", protestou uma funcionária que não quis se identificar.

A Prefeitura de São Bernardo informou que um dos documentos exigidos para a vacinação dos profissionais de educação é o QR Code enviado pelo Estado. "A apresentação do QR Code no momento da aplicação da dose é obrigatória, como forma de verificação da autenticidade. O procedimento é exigência do Governo do Estado e é devidamente especificado no momento do agendamento", concluiu a nota.

A Secretaria de Estado da Educação informou, por meio de nota, que  o retorno às aulas e atividades presenciais na rede estadual de ensino não está condicionado à vacinação dos profissionais da Educação. Que conforme estabelece o Decreto 65.384/2020, as escolas podem permanecer abertas em todas as fases do Plano São Paulo. "A Seduc segue todos os protocolos definidos por autoridades de saúde e preserva a segurança de professores, servidores e alunos."

Ainda de acordo com o comunicado, a campanha de vacinação dos profissionais da educação foi iniciada no dia 10 de abril e visa imunizar nesta primeira etapa 350 mil trabalhadores da educação acima de 47 anos. As outras idades serão incluídas tão logo tenhamos vacinas para garantir a imunização dos mais vulneráveis e os demais públicos previstos no PNI (Plano Nacional de Imunizações). A pasta esclareceu que o processo de cadastramento segue operando, porém, os QRCodes não são gerados de maneira imediata após o cadastro, por isso é preciso acompanhar o e-mail ou gerar o comprovante direto no VacinaJá.

A nota finaliza informando que os profissionais da educação que estiverem dentro do grupo prioritário, em relação à idade e atuação em sala de aula, serão imunizados. "Até agora cerca de 326 mil profissionais foram vacinados."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;