Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 18 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Juiz autoriza venda de bebidas alcoólicas em Santo André nos feriados antecipados

Pixabay Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Do Diário do Grande ABC

26/03/2021 | 22:03


Menos de duas horas antes de entrar em vigor medidas mais restritivas de isolamento para conter a disseminação do novo coronavírus no Grande ABC, inclusive com proibição de vendas de bebidas alcóolicas, o juiz Marcelo Franzin Paulo, da 2ª Vara da Fazenda Pública de Santo André, autorizou bares e restaurantes a comercializar o produto na cidade durante os dias antecipados de feriados, de 27 de março a 4 de abril.

Decreto do prefeito Paulo Serra (PSDB) proibia a venda de bebida em todos os horários durante o período. A decisão tem caráter provisório e atende solicitação da Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes Seccional São Paulo). Vale para bares, restaurantes, supermercados ou assemelhados associados à entidade e instaladas dentro do município.

De acordo com Paulo, apesar do "quadro calamitoso" que a cidade vive devido à Covid-19, "não se vislumbra a relação, sob o panorama de restrição de circulação que o decreto visa implementar, de causa e efeito com a finalidade do normativo", entre álcool e a propagação da doença.

Em São Bernardo, a venda do produto continua proibida em todos os lugares. Em Diadema, o comércio só será permitido via delivery. Já em Mauá, além do delivery, a comercialização pode ser feita por meio de drive-thru até as 17h.

A Prefeitura de Santo André informa que não foi oficialmente notificada sobre a decisão judicial.


 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Juiz autoriza venda de bebidas alcoólicas em Santo André nos feriados antecipados

Do Diário do Grande ABC

26/03/2021 | 22:03


Menos de duas horas antes de entrar em vigor medidas mais restritivas de isolamento para conter a disseminação do novo coronavírus no Grande ABC, inclusive com proibição de vendas de bebidas alcóolicas, o juiz Marcelo Franzin Paulo, da 2ª Vara da Fazenda Pública de Santo André, autorizou bares e restaurantes a comercializar o produto na cidade durante os dias antecipados de feriados, de 27 de março a 4 de abril.

Decreto do prefeito Paulo Serra (PSDB) proibia a venda de bebida em todos os horários durante o período. A decisão tem caráter provisório e atende solicitação da Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes Seccional São Paulo). Vale para bares, restaurantes, supermercados ou assemelhados associados à entidade e instaladas dentro do município.

De acordo com Paulo, apesar do "quadro calamitoso" que a cidade vive devido à Covid-19, "não se vislumbra a relação, sob o panorama de restrição de circulação que o decreto visa implementar, de causa e efeito com a finalidade do normativo", entre álcool e a propagação da doença.

Em São Bernardo, a venda do produto continua proibida em todos os lugares. Em Diadema, o comércio só será permitido via delivery. Já em Mauá, além do delivery, a comercialização pode ser feita por meio de drive-thru até as 17h.

A Prefeitura de Santo André informa que não foi oficialmente notificada sobre a decisão judicial.


 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;