Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 22 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Em treino marcado por rodadas, Bottas é o mais rápido em GP em Portugal

Reprodução Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


23/10/2020 | 09:54


O primeiro GP de Fórmula 1 em Portugal desde 1996 começou com a Mercedes na frente. Mas, desta vez, o finlandês Valtteri Bottas deixou Lewis Hamilton para trás, na manhã desta sexta-feira, no primeiro treino livre do fim de semana, em Portimão. O holandês Max Verstappen foi o terceiro mais veloz em uma sessão marcada por diversas rodadas na pista.

Bottas foi o mais rápido deste treino de abertura do GP português com o tempo de 1min18s410. Hamilton veio logo atrás, com 1min18s749. Ambos completaram 35 voltas do traçado e atingiram suas melhores marcas com pneus médios.

O inglês, que segue como favorito tanto no fim de semana quanto na temporada, busca sua 92ª vitória na categoria. Se confirmar o favoritismo, Hamilton se tornará o recordista isolado em número de triunfos na F-1, superando o alemão Michael Schumacher.

Para tanto, ele terá que tomar cuidado também com Verstappen, único que vem se aproximando dos carros da Mercedes nas últimas etapas. Nesta sexta, o piloto da Red Bull anotou 1min19s191. O monegasco Charles Leclerc, da Ferrari, 1min19s309, anotou o quarto tempo. E foi seguido de perto pelo tailandês Alexander Albon, da Red Bull, com 1min19s365.

O Top 10 do treino de abertura contou ainda com o espanhol Carlos Sainz Jr. (McLaren), com

1min19s441, o mexicano Sergio Pérez (Racing Point), com 1min19s907, o finlandês Kimi Raikkonen (Alfa Romeo), com 1min19s907, o australiano Daniel Ricciardo (Renault), com 1min20s058, e o francês Pierre Gasly (AlphaTauri), com 1min20s124.

A primeira sessão em Portimão foi marcada por diversas rodadas e escapadas da pista. De acordo com os pilotos, a baixa aderência do asfalto acabou causando estes incidentes, que não chegaram ser graves.

A lista de pilotos que não conseguiram segurar seus carros na pista é grande: Verstappen, Leclerc, Raikkonen, o russo Daniil Kvyat, o italiano Antonio Giovinazzi e os canadenses Lance Stroll e Nicholas Latifi.

Cada vez mais perto do título, Hamilton lidera o campeonato com folga, com 230 pontos, contra 161 de Bottas. Eles voltam à pista portuguesa às 11 horas para o segundo treino livre do GP. No sábado, o grid de largada será definido no treino marcado para as 10 horas. E, no domingo, a corrida terá início às 10h10.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Em treino marcado por rodadas, Bottas é o mais rápido em GP em Portugal


23/10/2020 | 09:54


O primeiro GP de Fórmula 1 em Portugal desde 1996 começou com a Mercedes na frente. Mas, desta vez, o finlandês Valtteri Bottas deixou Lewis Hamilton para trás, na manhã desta sexta-feira, no primeiro treino livre do fim de semana, em Portimão. O holandês Max Verstappen foi o terceiro mais veloz em uma sessão marcada por diversas rodadas na pista.

Bottas foi o mais rápido deste treino de abertura do GP português com o tempo de 1min18s410. Hamilton veio logo atrás, com 1min18s749. Ambos completaram 35 voltas do traçado e atingiram suas melhores marcas com pneus médios.

O inglês, que segue como favorito tanto no fim de semana quanto na temporada, busca sua 92ª vitória na categoria. Se confirmar o favoritismo, Hamilton se tornará o recordista isolado em número de triunfos na F-1, superando o alemão Michael Schumacher.

Para tanto, ele terá que tomar cuidado também com Verstappen, único que vem se aproximando dos carros da Mercedes nas últimas etapas. Nesta sexta, o piloto da Red Bull anotou 1min19s191. O monegasco Charles Leclerc, da Ferrari, 1min19s309, anotou o quarto tempo. E foi seguido de perto pelo tailandês Alexander Albon, da Red Bull, com 1min19s365.

O Top 10 do treino de abertura contou ainda com o espanhol Carlos Sainz Jr. (McLaren), com

1min19s441, o mexicano Sergio Pérez (Racing Point), com 1min19s907, o finlandês Kimi Raikkonen (Alfa Romeo), com 1min19s907, o australiano Daniel Ricciardo (Renault), com 1min20s058, e o francês Pierre Gasly (AlphaTauri), com 1min20s124.

A primeira sessão em Portimão foi marcada por diversas rodadas e escapadas da pista. De acordo com os pilotos, a baixa aderência do asfalto acabou causando estes incidentes, que não chegaram ser graves.

A lista de pilotos que não conseguiram segurar seus carros na pista é grande: Verstappen, Leclerc, Raikkonen, o russo Daniil Kvyat, o italiano Antonio Giovinazzi e os canadenses Lance Stroll e Nicholas Latifi.

Cada vez mais perto do título, Hamilton lidera o campeonato com folga, com 230 pontos, contra 161 de Bottas. Eles voltam à pista portuguesa às 11 horas para o segundo treino livre do GP. No sábado, o grid de largada será definido no treino marcado para as 10 horas. E, no domingo, a corrida terá início às 10h10.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;