Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 24 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Campinho (sagrado) de várzea

Atenção, boleiros, em especial os de Santo André: que campinho é este? A pergunta foi feita à Memória. Não soubemos responder. Apenas demos um palpite. Daí o nosso apelo: quem são esses meninos? Onde ficava o campinho?


Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

22/10/2020 | 00:01


A pergunta veio assim formulada: “Encontrei essa foto na minha casa. Provavelmente foi tirada pelos meus tios, já falecidos, nos anos 60. Mostrei as fotos ao amigo Pestana, para ver se ele identificava onde fica esse campo. Tenho certeza que fica no entorno da Vila Pires. Segundo o Pestana, você é o cara que saberia decifrar essa questão... e deixar essa lembrança de Santo André mais rica”.

Renato Garcia

Nossa resposta: fotos maravilhosas! Grato por enviar. Vejo ao fundo a construção. Seria a igreja da Vila Humaitá? Nesse caso as fotos foram tiradas na várzea do Guarará, onde está o Estádio Bruno Daniel. 

Assim, de relance, não consigo distinguir bem. Vou publicar perguntando se alguém sabe onde fica ou tenha os nomes dos jogadores. 

De qualquer forma, são imagens que representam bem a várzea andreense dos citados anos 1960.

ESTANA – Mauricio Pestana. Andreense. Grande cartunista. Jornalista, publicitário, escritor e gestor empresarial. Trabalhou conosco na Redação. Figura humana incrível. Guardamos, autografado, o seu primeiro livro: A Transação da Transição, de 1985.

Querido Pestana, mande notícias. 

Em 22 de outubro de...

1920 – O prefeito Saladino Cardoso Franco doou donativo de 100 mil réis à Caixa Beneficente do Grupo Escolar de Santo André

Professor José Augusto Leite Franco, tesoureiro, tem recolhido à Caixa Econômica as quantias angariadas em favor daquela associação.

1930 – Prefeito Saladino apresenta à Light um projeto de iluminação artística da Praça do Carmo, em Santo André, com combustores modernos, idênticos aos existentes em praças da Capital.

Revolução em marcha: Getúlio Vargas, governador gaúcho, parte para o Paraná com as forças revolucionárias. Oswaldo Aranha exerce provisoriamente o governo do Rio Grande do Sul. Está para cair a Velha República.

1960 – Inezita Barroso canta em São Caetano.

1975 – Brastemp inaugura, em São Bernardo, sua nova fábrica de geladeiras.

Mercedes-Benz ultimava a construção de uma nova ala, junto à Via Anchieta, em espaço adquirido dos Machado de Carvalho, que ali mantinham antena da Rádio Record.

Câmara de Santo André aprova empréstimo para o projeto de construção da primeira etapa do Complexo Viário 18 do Forte, sobre os trilhos da Rede Ferroviária Federal.

Governo do Estado anuncia a construção de centros comunitários em Diadema e Mauá.

Diário há meio século

Quinta-feira, 22 de outubro de 1970 – ano 13, edição 1365

Manchete – Reunião do INPS com sindicatos tratará da destituição do Dr. Mário Ortman Ferreira do cargo de coordenador médico da agência em Santo André 

São Caetano – Eles querem mudar o trânsito na cidade. Coronel Juventino Borges, diretor do trânsito, discute na delegacia do Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) o sistema viário de São Caetano.

Economia – Banco Mercantil de Descontos inaugura no Largo da Estátua, em Santo André, a sua primeira agência do Grande ABC.

Artigo (Júlio Pinheiro, pseudônimo do jornalista Hermano Pini Filho) – “O terrorismo, essa chaga que irrompeu em algumas partes do mundo, chegou ao admirável e progressista Canadá, um dos países mais pacifistas do século, depois da Suíça, como revela a ONU em pesquisa que fez realizar e divulgou.”

Polícia – Onda de assaltos deixa a polícia desnorteada em São Paulo. 

Hoje

- Dia Internacional de Atenção à Gagueira


Santos do dia

- Abércio de Hierápolis

- Donato 

- Josefina Leroux

- Maria Salomé

Município paulista

- Hoje é o aniversário de Mogi Mirim. Elevado a município em 1769, quando se separa de Jundiaí. Do tupi antigo, ‘pequeno rio das cobras’.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Campinho (sagrado) de várzea

Atenção, boleiros, em especial os de Santo André: que campinho é este? A pergunta foi feita à Memória. Não soubemos responder. Apenas demos um palpite. Daí o nosso apelo: quem são esses meninos? Onde ficava o campinho?

Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

22/10/2020 | 00:01


A pergunta veio assim formulada: “Encontrei essa foto na minha casa. Provavelmente foi tirada pelos meus tios, já falecidos, nos anos 60. Mostrei as fotos ao amigo Pestana, para ver se ele identificava onde fica esse campo. Tenho certeza que fica no entorno da Vila Pires. Segundo o Pestana, você é o cara que saberia decifrar essa questão... e deixar essa lembrança de Santo André mais rica”.

Renato Garcia

Nossa resposta: fotos maravilhosas! Grato por enviar. Vejo ao fundo a construção. Seria a igreja da Vila Humaitá? Nesse caso as fotos foram tiradas na várzea do Guarará, onde está o Estádio Bruno Daniel. 

Assim, de relance, não consigo distinguir bem. Vou publicar perguntando se alguém sabe onde fica ou tenha os nomes dos jogadores. 

De qualquer forma, são imagens que representam bem a várzea andreense dos citados anos 1960.

ESTANA – Mauricio Pestana. Andreense. Grande cartunista. Jornalista, publicitário, escritor e gestor empresarial. Trabalhou conosco na Redação. Figura humana incrível. Guardamos, autografado, o seu primeiro livro: A Transação da Transição, de 1985.

Querido Pestana, mande notícias. 

Em 22 de outubro de...

1920 – O prefeito Saladino Cardoso Franco doou donativo de 100 mil réis à Caixa Beneficente do Grupo Escolar de Santo André

Professor José Augusto Leite Franco, tesoureiro, tem recolhido à Caixa Econômica as quantias angariadas em favor daquela associação.

1930 – Prefeito Saladino apresenta à Light um projeto de iluminação artística da Praça do Carmo, em Santo André, com combustores modernos, idênticos aos existentes em praças da Capital.

Revolução em marcha: Getúlio Vargas, governador gaúcho, parte para o Paraná com as forças revolucionárias. Oswaldo Aranha exerce provisoriamente o governo do Rio Grande do Sul. Está para cair a Velha República.

1960 – Inezita Barroso canta em São Caetano.

1975 – Brastemp inaugura, em São Bernardo, sua nova fábrica de geladeiras.

Mercedes-Benz ultimava a construção de uma nova ala, junto à Via Anchieta, em espaço adquirido dos Machado de Carvalho, que ali mantinham antena da Rádio Record.

Câmara de Santo André aprova empréstimo para o projeto de construção da primeira etapa do Complexo Viário 18 do Forte, sobre os trilhos da Rede Ferroviária Federal.

Governo do Estado anuncia a construção de centros comunitários em Diadema e Mauá.

Diário há meio século

Quinta-feira, 22 de outubro de 1970 – ano 13, edição 1365

Manchete – Reunião do INPS com sindicatos tratará da destituição do Dr. Mário Ortman Ferreira do cargo de coordenador médico da agência em Santo André 

São Caetano – Eles querem mudar o trânsito na cidade. Coronel Juventino Borges, diretor do trânsito, discute na delegacia do Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) o sistema viário de São Caetano.

Economia – Banco Mercantil de Descontos inaugura no Largo da Estátua, em Santo André, a sua primeira agência do Grande ABC.

Artigo (Júlio Pinheiro, pseudônimo do jornalista Hermano Pini Filho) – “O terrorismo, essa chaga que irrompeu em algumas partes do mundo, chegou ao admirável e progressista Canadá, um dos países mais pacifistas do século, depois da Suíça, como revela a ONU em pesquisa que fez realizar e divulgou.”

Polícia – Onda de assaltos deixa a polícia desnorteada em São Paulo. 

Hoje

- Dia Internacional de Atenção à Gagueira


Santos do dia

- Abércio de Hierápolis

- Donato 

- Josefina Leroux

- Maria Salomé

Município paulista

- Hoje é o aniversário de Mogi Mirim. Elevado a município em 1769, quando se separa de Jundiaí. Do tupi antigo, ‘pequeno rio das cobras’.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;