Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 27 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Setor jurídico analisa postura de Rubão em Ribeirão Pires

Advogados da Câmara foram acionados para avaliar xingamentos e ofensas do parlamentar


Daniel Tossato
Do Diário do Grande ABC

29/09/2020 | 00:23


Presidente da Câmara de Ribeirão Pires, Rato Teixeira (PTB) afirmou que vai acionar o setor jurídico da casa para analisar a atitude do vereador Rubão Fernandes (PSD), que na sessão de quinta-feira ofendeu os colegas parlamentares com xingamentos e palavras de baixo calão. A punição, porém, pode ser prejudicada, já que não há, no Legislativo, código de ética constituído.

Conforme Rato Teixeira, a ata da última sessão foi levada para o setor jurídico da casa com intenção de ser avaliada pelos técnicos para que os advogados possam tomar alguma atitude a respeito do comportamento de Rubão.

“Os vereadores vieram me questionar. Repudio de forma veemente o que o vereador Rubão Fernandes disse naquele dia, tanto que pedi para que ele respeitasse todos os parlamentares. Foi uma atitude completamente antiética”, sustentou o petebista.

Durante a sessão, Rubão, completamente exaltado após manobra dos vereadores governistas para aprovação de um projeto, passou a gritar e a xingar os colegas de casa. O parlamentar chegou a usar palavras de baixo calão, mandou os vereadores para a “p... que pariu” e os chamou de “lixos”.

A situação trouxe desconforto, sobretudo, sobre a ala governista, que apoia o prefeito e candidato à reeleição Adler Kiko Teixeira (PSDB). Os governistas cobraram atitude enérgica por parte de Rato.

O Diário apurou que, além de punição por meio da ala jurídica, Rato tem à mesa uma proposta de criar uma comissão especial somente para avaliar a postura de Rubão na sessão de quinta-feira.

Rubão, porém, minimizou a possibilidade de ser punido, já que, conforme ele, “não há código nem comissão de ética”. “Então estou tranquilo”, disse. “Até posso me desculpar (com os colegas vereadores), mas quero me desculpar com a população primeiro”, emendou.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Setor jurídico analisa postura de Rubão em Ribeirão Pires

Advogados da Câmara foram acionados para avaliar xingamentos e ofensas do parlamentar

Daniel Tossato
Do Diário do Grande ABC

29/09/2020 | 00:23


Presidente da Câmara de Ribeirão Pires, Rato Teixeira (PTB) afirmou que vai acionar o setor jurídico da casa para analisar a atitude do vereador Rubão Fernandes (PSD), que na sessão de quinta-feira ofendeu os colegas parlamentares com xingamentos e palavras de baixo calão. A punição, porém, pode ser prejudicada, já que não há, no Legislativo, código de ética constituído.

Conforme Rato Teixeira, a ata da última sessão foi levada para o setor jurídico da casa com intenção de ser avaliada pelos técnicos para que os advogados possam tomar alguma atitude a respeito do comportamento de Rubão.

“Os vereadores vieram me questionar. Repudio de forma veemente o que o vereador Rubão Fernandes disse naquele dia, tanto que pedi para que ele respeitasse todos os parlamentares. Foi uma atitude completamente antiética”, sustentou o petebista.

Durante a sessão, Rubão, completamente exaltado após manobra dos vereadores governistas para aprovação de um projeto, passou a gritar e a xingar os colegas de casa. O parlamentar chegou a usar palavras de baixo calão, mandou os vereadores para a “p... que pariu” e os chamou de “lixos”.

A situação trouxe desconforto, sobretudo, sobre a ala governista, que apoia o prefeito e candidato à reeleição Adler Kiko Teixeira (PSDB). Os governistas cobraram atitude enérgica por parte de Rato.

O Diário apurou que, além de punição por meio da ala jurídica, Rato tem à mesa uma proposta de criar uma comissão especial somente para avaliar a postura de Rubão na sessão de quinta-feira.

Rubão, porém, minimizou a possibilidade de ser punido, já que, conforme ele, “não há código nem comissão de ética”. “Então estou tranquilo”, disse. “Até posso me desculpar (com os colegas vereadores), mas quero me desculpar com a população primeiro”, emendou.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;