Fechar
Publicidade

Domingo, 20 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Lembranças de um mestre

O professor Alexandre Takara, orientador desta página Memória, acompanha a Semana São Caetano 2020 e faz uma série de observações


Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

08/08/2020 | 00:01


Fotos. Vestimentas. Saudades!

Texto: Alexandre Takara

Apreciei muito Memórias sobre a visita da jovem Zélia Gattai, viúva do Jorge Amado, aos seus parentes, em São Caetano (edições de 30 e 31 de julho de 2020).

Em Anarquistas Graças a Deus, ela se refere à cultura de uvas pelos italianos ao longo de seu itinerário. E <CF160>Memória</CF> registra a visita dela a Santo André por ocasião da inauguração do busto de Jorge Amado na Livraria Alpharrabio, obra de Ricardo Amadasi.

Já na Memória de 1º de agosto, a página registra convescotes (piqueniques) que os amigos realizavam, nos mais diversos lugares, de gravata! E é citado o Jardim da Luz. 

Lembro-me de uma exposição realizada, na Prefeitura ou Câmara Municipal de São Caetano, pela Fundação Pró-Memória. Lembrou-se que na passagem do século XIX para o XX não havia atelier fotográfico na cidade. Os recém-casados levavam as roupas da cerimônia na mala e iam de trem até a Estação Luz e num dos ateliers, próximos à estação, trocavam de roupa, vestiam os trajes do casamento e enviavam as fotos para os parentes que moravam na Itália. E, depois, iam comemorar no Jardim da Luz, onde tiravam mais fotografias com o lambe-lambe que havia nesse espaço.

Outro fato. Na década de 1940, morava em Promissão, minha cidade natal. Eram poucos os privilegiados que vinham à Capital. Todos eles passavam pelo Jardim da Luz para tirar fotografias, como registros de visita. Eles mostravam essas fotos com orgulho e nós, miseráveis, os invejávamos.

Esse é o mérito da nossa página Memória: resgata e reconstrói as memórias do passado e, desse modo, vamos construindo a história de nossas vidas.

Nota – Gratidão, professor Takara. Suas observações fazem Memória lembrar a festa comemorativa aos 95 anos do Grupo Escolar Senador Flaquer, o primeiro de São Caetano. Memória participou. 

Ouviu professores e alunos, de hoje e de ontem. Uma exposição belíssima foi montada pela escola em colaboração com a Fundação Pró-Memória.

Em destaque, as fotos coletivas do passado, como esta que hoje reproduzimos, de um tempo em que era difícil ter uma máquina fotográfica. A pandemia poderá ofuscar a festa dos 100 anos da hoje Escola Municipal de Ensino Fundamental Senador Flaquer. Torcemos para que uma nova exposição seja realizada. A de 2015 ocorreu num sábado, 24 de outubro. 

A página Memória escreveu: “A caminho do centenário”. Gente, o centenário chegou.

''Quem bebe Grapete, repete...’

Texto: Milton Parron

No dia 25 de julho de 1999 no programa Balanço Geral da Rádio Bandeirantes, hoje fora do ar, reuni um time da elite dos chamados “criativos” da área publicitária. Em verdade, especialistas na produção de jingles, uma modalidade de propaganda que tem como base uma trilha musical. 

Quem não guardou na memória peças publicitárias antológicas como a dos cobertores Parahyba, Melhoral, Eucalol, Pernambucanas, Talco Ross, Tatuzinho, Grapete, Varig, Vasp, Café Seleto, Antarctica e tantos outros? 

Os participantes do referido programa foram os autores de muitos desses e de centenas de outros jingles famosos. Contaram detalhes, pouco conhecidos da maioria das pessoas, sobre o processo de criação de uma mensagem publicitária, verdadeira aula para quem está envolvido na área acadêmica, ou prática, com propaganda e marketing. 

Esta será a temática do programa Memória deste fim de semana, com a apresentação de muitos jingles emblemáticos para matar a saudade dos ouvintes, além de histórias curiosas.

Uma história: campanha para uma fábrica de telhas foi vetada pela censura federal porque deram o nome de ‘Marieta’ para uma galinha fictícia cujo ninho ficava protegido da chuva pela referida telha. 

Ocorre que o nome da chefe da censura era o mesmo que deram para a galinha. O autor, Sérgio Mineiro, um dos mais respeitados publicitários do País, recusando-se a mudar o nome da galinha, teve de mudar da cidade e, por pouco, também da própria identidade. 

Participam do programa, além do Sérgio Mineiro, Arquimedes Messina, Paulo Garfunkel, Nelson de Oliveira, Antoninho Rossini e Luciano Kurban.

EM PAUTA – Rádio Bandeirantes AM (840) e FM (90,9) – Jingles Eternos – Primeira Parte. Produção e apresentação: Milton Parron. Hoje, em novo horário, às 22h, com reprise amanhã, domingo, às 5h. Na internet: www.radiobandeirantes.com.br .

Diário há meio século

Sábado, 8 de agosto de 1970 – ano 13, edição 1304

Santo André – DTS muda o trânsito na Rua Senador Flaquer. Pouca gente gostou.

Na capa, foto assinada pelo repórter-fotográfico Luiz Gutierre onde, congestionados, aparecem modelos VW, uma Kombi da Granja Ito e um ônibus que vinha do bairro Cata Preta.

Ribeirão Pires – Vereador José Waldemar Romaldini pede a remoção de todas as ‘tartarugas’ das ruas da cidade.

São Caetano – Realizada a primeira reunião do Conselho Distrital do Lions Clube, com ‘leões’ de todo o Estado de São Paulo e Sul de Minas Gerais recepcionados no Externato São Caetano.

Santo do dia

Domingos de Gusmão (Caleruega, Espanha, 1170 – Bolonha, Itália, 1221). Fundador da Ordem dos Pregadores ou Dominicanos.

Hoje

Dia Nacional do Controle do Colesterol

Dia Mundial do Pedestre

Municípios Paulistas

Hoje é o aniversário de Alvilândia e de Votuporanga.

Fonte: IBGE



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Lembranças de um mestre

O professor Alexandre Takara, orientador desta página Memória, acompanha a Semana São Caetano 2020 e faz uma série de observações

Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

08/08/2020 | 00:01


Fotos. Vestimentas. Saudades!

Texto: Alexandre Takara

Apreciei muito Memórias sobre a visita da jovem Zélia Gattai, viúva do Jorge Amado, aos seus parentes, em São Caetano (edições de 30 e 31 de julho de 2020).

Em Anarquistas Graças a Deus, ela se refere à cultura de uvas pelos italianos ao longo de seu itinerário. E <CF160>Memória</CF> registra a visita dela a Santo André por ocasião da inauguração do busto de Jorge Amado na Livraria Alpharrabio, obra de Ricardo Amadasi.

Já na Memória de 1º de agosto, a página registra convescotes (piqueniques) que os amigos realizavam, nos mais diversos lugares, de gravata! E é citado o Jardim da Luz. 

Lembro-me de uma exposição realizada, na Prefeitura ou Câmara Municipal de São Caetano, pela Fundação Pró-Memória. Lembrou-se que na passagem do século XIX para o XX não havia atelier fotográfico na cidade. Os recém-casados levavam as roupas da cerimônia na mala e iam de trem até a Estação Luz e num dos ateliers, próximos à estação, trocavam de roupa, vestiam os trajes do casamento e enviavam as fotos para os parentes que moravam na Itália. E, depois, iam comemorar no Jardim da Luz, onde tiravam mais fotografias com o lambe-lambe que havia nesse espaço.

Outro fato. Na década de 1940, morava em Promissão, minha cidade natal. Eram poucos os privilegiados que vinham à Capital. Todos eles passavam pelo Jardim da Luz para tirar fotografias, como registros de visita. Eles mostravam essas fotos com orgulho e nós, miseráveis, os invejávamos.

Esse é o mérito da nossa página Memória: resgata e reconstrói as memórias do passado e, desse modo, vamos construindo a história de nossas vidas.

Nota – Gratidão, professor Takara. Suas observações fazem Memória lembrar a festa comemorativa aos 95 anos do Grupo Escolar Senador Flaquer, o primeiro de São Caetano. Memória participou. 

Ouviu professores e alunos, de hoje e de ontem. Uma exposição belíssima foi montada pela escola em colaboração com a Fundação Pró-Memória.

Em destaque, as fotos coletivas do passado, como esta que hoje reproduzimos, de um tempo em que era difícil ter uma máquina fotográfica. A pandemia poderá ofuscar a festa dos 100 anos da hoje Escola Municipal de Ensino Fundamental Senador Flaquer. Torcemos para que uma nova exposição seja realizada. A de 2015 ocorreu num sábado, 24 de outubro. 

A página Memória escreveu: “A caminho do centenário”. Gente, o centenário chegou.

''Quem bebe Grapete, repete...’

Texto: Milton Parron

No dia 25 de julho de 1999 no programa Balanço Geral da Rádio Bandeirantes, hoje fora do ar, reuni um time da elite dos chamados “criativos” da área publicitária. Em verdade, especialistas na produção de jingles, uma modalidade de propaganda que tem como base uma trilha musical. 

Quem não guardou na memória peças publicitárias antológicas como a dos cobertores Parahyba, Melhoral, Eucalol, Pernambucanas, Talco Ross, Tatuzinho, Grapete, Varig, Vasp, Café Seleto, Antarctica e tantos outros? 

Os participantes do referido programa foram os autores de muitos desses e de centenas de outros jingles famosos. Contaram detalhes, pouco conhecidos da maioria das pessoas, sobre o processo de criação de uma mensagem publicitária, verdadeira aula para quem está envolvido na área acadêmica, ou prática, com propaganda e marketing. 

Esta será a temática do programa Memória deste fim de semana, com a apresentação de muitos jingles emblemáticos para matar a saudade dos ouvintes, além de histórias curiosas.

Uma história: campanha para uma fábrica de telhas foi vetada pela censura federal porque deram o nome de ‘Marieta’ para uma galinha fictícia cujo ninho ficava protegido da chuva pela referida telha. 

Ocorre que o nome da chefe da censura era o mesmo que deram para a galinha. O autor, Sérgio Mineiro, um dos mais respeitados publicitários do País, recusando-se a mudar o nome da galinha, teve de mudar da cidade e, por pouco, também da própria identidade. 

Participam do programa, além do Sérgio Mineiro, Arquimedes Messina, Paulo Garfunkel, Nelson de Oliveira, Antoninho Rossini e Luciano Kurban.

EM PAUTA – Rádio Bandeirantes AM (840) e FM (90,9) – Jingles Eternos – Primeira Parte. Produção e apresentação: Milton Parron. Hoje, em novo horário, às 22h, com reprise amanhã, domingo, às 5h. Na internet: www.radiobandeirantes.com.br .

Diário há meio século

Sábado, 8 de agosto de 1970 – ano 13, edição 1304

Santo André – DTS muda o trânsito na Rua Senador Flaquer. Pouca gente gostou.

Na capa, foto assinada pelo repórter-fotográfico Luiz Gutierre onde, congestionados, aparecem modelos VW, uma Kombi da Granja Ito e um ônibus que vinha do bairro Cata Preta.

Ribeirão Pires – Vereador José Waldemar Romaldini pede a remoção de todas as ‘tartarugas’ das ruas da cidade.

São Caetano – Realizada a primeira reunião do Conselho Distrital do Lions Clube, com ‘leões’ de todo o Estado de São Paulo e Sul de Minas Gerais recepcionados no Externato São Caetano.

Santo do dia

Domingos de Gusmão (Caleruega, Espanha, 1170 – Bolonha, Itália, 1221). Fundador da Ordem dos Pregadores ou Dominicanos.

Hoje

Dia Nacional do Controle do Colesterol

Dia Mundial do Pedestre

Municípios Paulistas

Hoje é o aniversário de Alvilândia e de Votuporanga.

Fonte: IBGE

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;