Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 5 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Câmara dos Deputados deve votar projeto de lei para auxílio ao esporte

Proposta é conceder auxílio emergencial ao setor durante a quarentena


Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

13/07/2020 | 22:39


Está na pauta do dia na Câmara dos Deputados a votação do PL (Projeto de Lei) 2.824/2020 que “dispõe de ações emergenciais destinadas ao setor esportivo” enquanto a pandemia do novo coronavírus seguir provocando medidas de isolamento e quarentena no País. Apresentada dia 21 de maio, a proposição visa contemplar R$ 1.045 (o equivalente a um salário mínimo) a profissionais do esporte que recebem até dois salários mínimos e não tenham outras fontes de renda ou benefício previdenciário (exceto pensão por morte e auxilio-acidente).

Pelas redes sociais, dezenas de atletas famosos engrossaram a campanha solicitando urgência à aprovação do projeto de lei, afinal, já são quase quatro meses de paralisação esportiva no Brasil. Apelidada de “medalhaço”, a ação contou com os olímpicos Vanderlei Cordeiro de Lima (atletismo), Maurren Maggi (atletismo), Nalbert (vôlei), Torben Grael (vela), Bárbara (vôlei de praia), Erika (basquete), a são-bernardense Bruna Takahashi (tênis de mesa), André Brasil (natação) e muitos outros.

A taekwondista são-caetanense Milena Titoneli também participou do movimento. “Muitas pessoas necessitam dessa ajuda, pois é como sobrevivem e como ajudam suas famílias também. Neste momento de pandemia é de extrema importância”, disse.<EM>

Serão contemplados profissionais autônomos da educação física, trabalhadores do esporte profissional ou amador e pessoas envolvidas na realização de competições. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Câmara dos Deputados deve votar projeto de lei para auxílio ao esporte

Proposta é conceder auxílio emergencial ao setor durante a quarentena

Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

13/07/2020 | 22:39


Está na pauta do dia na Câmara dos Deputados a votação do PL (Projeto de Lei) 2.824/2020 que “dispõe de ações emergenciais destinadas ao setor esportivo” enquanto a pandemia do novo coronavírus seguir provocando medidas de isolamento e quarentena no País. Apresentada dia 21 de maio, a proposição visa contemplar R$ 1.045 (o equivalente a um salário mínimo) a profissionais do esporte que recebem até dois salários mínimos e não tenham outras fontes de renda ou benefício previdenciário (exceto pensão por morte e auxilio-acidente).

Pelas redes sociais, dezenas de atletas famosos engrossaram a campanha solicitando urgência à aprovação do projeto de lei, afinal, já são quase quatro meses de paralisação esportiva no Brasil. Apelidada de “medalhaço”, a ação contou com os olímpicos Vanderlei Cordeiro de Lima (atletismo), Maurren Maggi (atletismo), Nalbert (vôlei), Torben Grael (vela), Bárbara (vôlei de praia), Erika (basquete), a são-bernardense Bruna Takahashi (tênis de mesa), André Brasil (natação) e muitos outros.

A taekwondista são-caetanense Milena Titoneli também participou do movimento. “Muitas pessoas necessitam dessa ajuda, pois é como sobrevivem e como ajudam suas famílias também. Neste momento de pandemia é de extrema importância”, disse.<EM>

Serão contemplados profissionais autônomos da educação física, trabalhadores do esporte profissional ou amador e pessoas envolvidas na realização de competições. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;