Fechar
Publicidade

Domingo, 23 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Hierro abandonará seleção espanhola após a Copa


Da AFP

18/06/2002 | 04:51


O veterano zagueiro e capitão da Espanha, Fernando Hierro, anunciou nesta terça-feira que abandonará a seleção nacional após a Copa do Mundo.

Hierro, 34 anos, que já disputou quatro Copas do Mundo pela 'Fúria' espanhola, já comunicou sua decisão ao presidente da Real Federação Espanhola de Futebol, Angel María Villar.

Villar lamentou a decisão e disse que a seleção perderá "um jogador e uma pessoa excepcionais, cujo comportamento na defesa dos interesses da equipe nacional tem sido exemplar em todos os sentidos".

"A decisão foi tomada há algum tempo", explicou Hierro. "Em dezembro passado, disse à Federação que o Mundial seria a minha última campanha com a seleção".

Sobre o motivo da decisão, Hierro disse "que não foi pela idade, mas pelo fim de um ciclo. Agora vou me dedicar pura e exclusivamente ao Real Madrid. Já tinha isto muito claro há um ano".

"É muito difícil renunciar à seleção. Mas oxalá possa fazer isto após 91 partidas (as últimas três até o título de 2002) porque temos a grande oportunidade de demonstrar que a seleção espanhola pode ganhar a Copa."

Hierro, que joga há 13 anos na seleção espanhola, fez sua estréia na 'Fúria' em 20 de setembro de 1989, com uma vitória de 1 a 0 sobre a Polônia.

Desde então, o zagueiro do Real Madrid já disputou 88 partidas e marcou 29 gols pela Espanha, tornando-se o maior artilheiro da seleção nacional. Hierro foi reserva na Copa da Itália-90 e titular nos EUA-94, França-98 e Coréia/Japão-02.

Nascido em 23 de março de 1968, Hierro começou a jogar na primeira divisão espanhola no Valladolid, em 1987. Dois anos depois, em junho de 1989, Hierro foi para o Real Madri, transformando-se em um dos melhores zagueiros da história do clube, conquistando três Ligas dos Campeões (1998, 2000 e 2002), quatro Ligas da Espanha, uma Copa do Rei, quatro Supercopas da Espanha e uma Copa Intercontinental (1998), quando o Real Madri venceu o Vasco em Tóquio por 2 a 1.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;