Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 15 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Nelson Sargento: campanha e homenagem



06/06/2020 | 07:00


Recentemente, o sambista Nelson Sargento, de 95 anos, se viu em uma situação complicada financeiramente, pois teve seus shows cancelados, por causa da pandemia de covid-19. Por esse motivo, o músico havia decidido vender objetos pessoais, como seus ternos da Mangueira e sua coleção de vinis. Um dos nomes mais respeitados e queridos do samba, sua luta foi parar nas redes sociais, e amigos e fãs deram início a uma vaquinha virtual, para arrecadar fundos para o cantor e compositor. Assim, até a manhã de sexta-feira, 5, havia 541 participantes, o que dava um total de R$ 47.795,74 (quem quiser contribuir pode acessar o link https://www.vakinha.com.br/vaquinha/nelson-sargento).

Nascido em 25 de julho de 1924, Nelson Sargento é um artista de múltiplas facetas. Não se fixou apenas no ritmo que guia sua trajetória. Ele é também um pesquisador da música popular brasileira, escritor e ainda artista plástico.

Um importante sambista que merece respeito. Neste sábado, 6, a TV Brasil vai mostrar um retrato de Sargento, no programa Todas as Bossas, de 2018, que vai ao ar às 22h30, e reúne música e depoimentos de nomes como Áurea Martins, Monarco, Noca da Portela e Wilson Moreira, que dividem o palco com jovens talentos como Vidal Assis.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Nelson Sargento: campanha e homenagem


06/06/2020 | 07:00


Recentemente, o sambista Nelson Sargento, de 95 anos, se viu em uma situação complicada financeiramente, pois teve seus shows cancelados, por causa da pandemia de covid-19. Por esse motivo, o músico havia decidido vender objetos pessoais, como seus ternos da Mangueira e sua coleção de vinis. Um dos nomes mais respeitados e queridos do samba, sua luta foi parar nas redes sociais, e amigos e fãs deram início a uma vaquinha virtual, para arrecadar fundos para o cantor e compositor. Assim, até a manhã de sexta-feira, 5, havia 541 participantes, o que dava um total de R$ 47.795,74 (quem quiser contribuir pode acessar o link https://www.vakinha.com.br/vaquinha/nelson-sargento).

Nascido em 25 de julho de 1924, Nelson Sargento é um artista de múltiplas facetas. Não se fixou apenas no ritmo que guia sua trajetória. Ele é também um pesquisador da música popular brasileira, escritor e ainda artista plástico.

Um importante sambista que merece respeito. Neste sábado, 6, a TV Brasil vai mostrar um retrato de Sargento, no programa Todas as Bossas, de 2018, que vai ao ar às 22h30, e reúne música e depoimentos de nomes como Áurea Martins, Monarco, Noca da Portela e Wilson Moreira, que dividem o palco com jovens talentos como Vidal Assis.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;