Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 5 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Diocese fará programação virtual na Semana Santa

Igreja mantém tradição e pede que os fiéis prestigiem as transmissões pelo Facebook


Vinícius Castelli
Do Diário do Grande ABC

04/04/2020 | 00:14


A Diocese de Santo André, que representa todas as cidades do Grande ABC, está com a programação da Semana Santa 2020 pronta. Por causa da pandemia do novo coronavírus e como maneira de tentar evitar o contágio entre os religiosos, todos os eventos serão realizados sem a presença de público e transmitidos pelo Facebook (DioceseDeSantoAndre). A entidade tem a expectativa de que as veiculações feitas pela internet contem com a participação de todos os fiéis das 106 paróquias e 257 capelas da região.

As datas terão a presença do bispo diocesano dom Pedro Carlos Cipollini. O primeiro evento que será realizado é o Domingo de Ramos, que será transmitido amanhã, a partir das 11h. Na quarta-feira, aniversário da cidade de Santo André, acontece, às 12h, a Santa Missa. Quinta-feira é a vez da Ceia do Senhor, a partir das 18h. Na Sexta-Feira Santa, a partir das 15h, será apresentada a Celebração da Paixão. Já no sábado, dia 11, às 18h, acontece a Vigília Pascal e, por fim, dia 12, às 10h, será celebrada a Missa da Páscoa.

“Celebremos a Semana Santa. É o tempo da graça de Deus. Não podendo celebrar de modo presencial por conta da pandemia”, comenta dom Pedro. “Porém, celebremos como podemos: de modo virtual, através da internet. Pela nossa fé e união, as bênçãos de Deus serão abundantes e nos ajudarão a vencer o desafio. Feliz Páscoa”, encerrou o bispo.

Durante as celebrações, as paróquias vão utilizar dois textos aprovados pelo papa Francisco nesta semana e que têm relação com a Covid-19. Um deles, escrito pelo cardeal guineense Robert Sarah, faz referência justamente à Sexta-Feira Santa. “A celebração da paixão do Senhor na Sexta-Feira Santa tem um significado particular por causa da terrível pandemia que atingiu o mundo inteiro. De fato, no dia em que celebramos a paixão redentora e a morte de Jesus Cristo na cruz, que como um cordeiro morto tomou sobre si o sofrimento e o pecado do mundo, a igreja levanta a voz em oração a Deus Pai Todo-Poderoso para toda a humanidade, e em particular para os que mais sofrem, enquanto ela espera com fé a alegria da ressurreição de sua esposa”, escreve Sarah.

Desde o dia 23, as igrejas da região realizam missas de forma virtuais, mas tentam se manter o mais próximo possível dos fiéis. Apesar de não receber aglomerações, as paróquias seguem abertas e arejadas para acolher os católicos que desejam realizar orações individuais.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diocese fará programação virtual na Semana Santa

Igreja mantém tradição e pede que os fiéis prestigiem as transmissões pelo Facebook

Vinícius Castelli
Do Diário do Grande ABC

04/04/2020 | 00:14


A Diocese de Santo André, que representa todas as cidades do Grande ABC, está com a programação da Semana Santa 2020 pronta. Por causa da pandemia do novo coronavírus e como maneira de tentar evitar o contágio entre os religiosos, todos os eventos serão realizados sem a presença de público e transmitidos pelo Facebook (DioceseDeSantoAndre). A entidade tem a expectativa de que as veiculações feitas pela internet contem com a participação de todos os fiéis das 106 paróquias e 257 capelas da região.

As datas terão a presença do bispo diocesano dom Pedro Carlos Cipollini. O primeiro evento que será realizado é o Domingo de Ramos, que será transmitido amanhã, a partir das 11h. Na quarta-feira, aniversário da cidade de Santo André, acontece, às 12h, a Santa Missa. Quinta-feira é a vez da Ceia do Senhor, a partir das 18h. Na Sexta-Feira Santa, a partir das 15h, será apresentada a Celebração da Paixão. Já no sábado, dia 11, às 18h, acontece a Vigília Pascal e, por fim, dia 12, às 10h, será celebrada a Missa da Páscoa.

“Celebremos a Semana Santa. É o tempo da graça de Deus. Não podendo celebrar de modo presencial por conta da pandemia”, comenta dom Pedro. “Porém, celebremos como podemos: de modo virtual, através da internet. Pela nossa fé e união, as bênçãos de Deus serão abundantes e nos ajudarão a vencer o desafio. Feliz Páscoa”, encerrou o bispo.

Durante as celebrações, as paróquias vão utilizar dois textos aprovados pelo papa Francisco nesta semana e que têm relação com a Covid-19. Um deles, escrito pelo cardeal guineense Robert Sarah, faz referência justamente à Sexta-Feira Santa. “A celebração da paixão do Senhor na Sexta-Feira Santa tem um significado particular por causa da terrível pandemia que atingiu o mundo inteiro. De fato, no dia em que celebramos a paixão redentora e a morte de Jesus Cristo na cruz, que como um cordeiro morto tomou sobre si o sofrimento e o pecado do mundo, a igreja levanta a voz em oração a Deus Pai Todo-Poderoso para toda a humanidade, e em particular para os que mais sofrem, enquanto ela espera com fé a alegria da ressurreição de sua esposa”, escreve Sarah.

Desde o dia 23, as igrejas da região realizam missas de forma virtuais, mas tentam se manter o mais próximo possível dos fiéis. Apesar de não receber aglomerações, as paróquias seguem abertas e arejadas para acolher os católicos que desejam realizar orações individuais.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;