Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 5 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Orquestra andreense faz conteúdo para redes sociais

Longe dos palcos por causa da pandemia, grupo fala sobre obras e as curiosidades


Vinícius Castelli
Do Diário do Grande ABC

02/04/2020 | 23:00


Sem palcos e sem plateia presencial em tempos de isolamento social, a Ossa (Orquestra Sinfônica de Santo André), assim como tantos estão fazendo, também precisou se reinventar. E para isso o grupo lançou iniciativa, batizada #OssaemCasa, idealizada pelo diretor e regente Abel Rocha.

A ideia é disponibilizar por meios das redes sociais da orquestra (Facebook, Instagram e YouTube) série de conteúdos curiosos, como dicas, vídeos e bate-papo. As apresentações acontecem às terças-feiras e aos sábados, às 18h. A programação terá ainda a #dicadaOssa, às segundas, quartas e sextas-feiras, a partir das 12h, com apresentação dos integrantes do conjunto. Além disso, o público poderá se entreter com a sessão #cineOssa, às quintas-feiras, às 18h, que contará com um convidado que comentará sobre um filme com temática relacionada à música orquestral.

“Neste momento de isolamento social em que nos encontramos, a Sinfônica de Santo André resolveu apresentar sua contribuição para que todos possam ter melhores momentos em suas casas. Junto a outras ações da Secretaria de Cultura, a Ossa considerou imprescindível preparar novos materiais para seu público”, diz o regente.

E já há conteúdo disponível para visualização. Um deles se chama #Ossanosofá, em que Rocha aproveita para falar sobre os 250 anos do nascimento do compositor alemão Ludwig van Beethoven. O diretor comenta a Sinfonia número 3 – Eroica, que data do início do século XIX e foi gravada pela orquestra local durante apresentação no Teatro Municipal de Santo André Flavio Florence em junho de 2015.

Em outro vídeo, que também já dá para ser visualizado, o maestro fala sobre o surgimento das aberturas de óperas, em tempos em que muitos teatros não tinham luz elétrica e cortinas. Era um recurso, segundo ele, para avisar o público de que o espetáculo iria começar. “Estamos em casa, mas não estamos parados. Estamos todos empenhados em oferecer um pouco mais de arte e cultura, momentos de diversão e aprendizado. Foi pensando nisso que desenvolvemos esses conjuntos de ações”, encerra o maestro. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Orquestra andreense faz conteúdo para redes sociais

Longe dos palcos por causa da pandemia, grupo fala sobre obras e as curiosidades

Vinícius Castelli
Do Diário do Grande ABC

02/04/2020 | 23:00


Sem palcos e sem plateia presencial em tempos de isolamento social, a Ossa (Orquestra Sinfônica de Santo André), assim como tantos estão fazendo, também precisou se reinventar. E para isso o grupo lançou iniciativa, batizada #OssaemCasa, idealizada pelo diretor e regente Abel Rocha.

A ideia é disponibilizar por meios das redes sociais da orquestra (Facebook, Instagram e YouTube) série de conteúdos curiosos, como dicas, vídeos e bate-papo. As apresentações acontecem às terças-feiras e aos sábados, às 18h. A programação terá ainda a #dicadaOssa, às segundas, quartas e sextas-feiras, a partir das 12h, com apresentação dos integrantes do conjunto. Além disso, o público poderá se entreter com a sessão #cineOssa, às quintas-feiras, às 18h, que contará com um convidado que comentará sobre um filme com temática relacionada à música orquestral.

“Neste momento de isolamento social em que nos encontramos, a Sinfônica de Santo André resolveu apresentar sua contribuição para que todos possam ter melhores momentos em suas casas. Junto a outras ações da Secretaria de Cultura, a Ossa considerou imprescindível preparar novos materiais para seu público”, diz o regente.

E já há conteúdo disponível para visualização. Um deles se chama #Ossanosofá, em que Rocha aproveita para falar sobre os 250 anos do nascimento do compositor alemão Ludwig van Beethoven. O diretor comenta a Sinfonia número 3 – Eroica, que data do início do século XIX e foi gravada pela orquestra local durante apresentação no Teatro Municipal de Santo André Flavio Florence em junho de 2015.

Em outro vídeo, que também já dá para ser visualizado, o maestro fala sobre o surgimento das aberturas de óperas, em tempos em que muitos teatros não tinham luz elétrica e cortinas. Era um recurso, segundo ele, para avisar o público de que o espetáculo iria começar. “Estamos em casa, mas não estamos parados. Estamos todos empenhados em oferecer um pouco mais de arte e cultura, momentos de diversão e aprendizado. Foi pensando nisso que desenvolvemos esses conjuntos de ações”, encerra o maestro. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;