Fechar
Publicidade

Domingo, 31 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Maia: redução de salários precisa ser decisão ajustada com os três Poderes



31/03/2020 | 19:06


O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que vinha admitindo a possibilidade de cortar salários de políticos e servidores para destinar mais verba ao combate da covid-19, deve deixar a discussão para depois. "Fica uma posição difícil quando o ministro da Economia diz que não há necessidade de se discutir esse tema agora", disse.

No fim de semana, Paulo Guedes disse a investidores que não era favorável à proposta como forma de captar recurso para o enfrentamento à crise.

Maia voltou a dizer, no entanto, que a Câmara está aberta ao diálogo, mas "o que não deve acontecer é que só um Poder contribua. "Sem uma posição positiva e sem encaminhamento do governo com os Poderes vamos ter que esperar mais um pouquinho", disse.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Maia: redução de salários precisa ser decisão ajustada com os três Poderes


31/03/2020 | 19:06


O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que vinha admitindo a possibilidade de cortar salários de políticos e servidores para destinar mais verba ao combate da covid-19, deve deixar a discussão para depois. "Fica uma posição difícil quando o ministro da Economia diz que não há necessidade de se discutir esse tema agora", disse.

No fim de semana, Paulo Guedes disse a investidores que não era favorável à proposta como forma de captar recurso para o enfrentamento à crise.

Maia voltou a dizer, no entanto, que a Câmara está aberta ao diálogo, mas "o que não deve acontecer é que só um Poder contribua. "Sem uma posição positiva e sem encaminhamento do governo com os Poderes vamos ter que esperar mais um pouquinho", disse.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;