Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 31 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Anacleto testemunha jogo sem gols de Azulão e Lusa

 Leonardo Lima/Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

São Caetano continua na sétima posição da série A-2 do Paulista, mas pode ser ultrapassado


Da Redação

29/02/2020 | 20:27


As equipes do São Caetano e Portuguesa se enfrentaram ontem, no Anacleto Campanella, pela nona rodada da primeira fase da Série A-2 do Campeonato Paulista. O jogo terminou empatado em 0 a 0.

Com esse resultado, o Azulão permanece na sétima colocação, com 12 pontos, ainda dentro do G-8. Mas ainda pode ser ultrapassado na conclusão da rodada de hoje, e por isso a vitória era projetada e tinha importância na manutenção da tabela. O time enfrenta uma crise extracampo, por causa de atrasos salariais.

Este foi o terceiro jogo seguido em casa que o São Caetano não sentiu o gosto da vitória. Antes, tinha empatado com o Sertãozinho e sofrido uma derrota diante do Rio Claro.

A partida de ontem teve poucas oportunidades de gol, principalmente no primeiro tempo. A equipe da região ficou próxima de marcar aos sete minutos do segundo tempo. Madson lançou Jean Dias, que cruzou rasteiro para Anderson Rosa finalizar, entretanto, a bola ganhou altura e acabou se perdendo na linha de fundo.

Outro bom momento do São Caetano no jogo aconteceu aos 42 minutos da etapa final. Alex Reinaldo cobrou falta, Matheus Salustiano subiu alto e cabeceou a bola, que passou raspando a trave da Portuguesa, no último bom momento da partida.

O último embate entre as duas equipes aconteceu na Copa Paulista de 2017, também no Anacleto Campanella. Naquele jogo, a partida terminou 1 a 1.

PRÓXIMO JOGO - O São Caetano volta a campo pela série A-2 do Paulista na quarta-feira. A equipe enfrenta o Taubaté, às 20h, no Estádio Joaquim de Morais Filho, o Joaquinzão, no Interior. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;