Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 1 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Em dia de Ptax, dólar volta a superar R$ 4,50, mesmo com novo leilão de swap

Reprodução/Instagram Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


28/02/2020 | 09:51


Em dia de definição da última Ptax de fevereiro, os "comprados" em câmbio (que apostaram na alta do dólar) mostram sua força em meio à busca de proteção pelas incertezas econômicas com o coronavírus e o dólar segue em alta, pelo oitavo dia seguido.

A moeda americana volta a operar acima dos R$ 4,50 ante o real nesta sexta-feira, 28, mesmo com mais um leilão de US$ 1 bilhão em swap cambial hoje, o terceiro da semana e atípico para o último dia do mês. O BC também faz rolagens de vencimentos de outros US$ 3,650 bilhões em linha e swap, mas que têm o objetivo apenas de aliviar a demanda pela moeda.

A pressão compradora interna acompanha o ritmo externo de alta da divisa dos EUA ante outras moedas emergentes ligadas a commodities. Petróleo em sua sexta queda seguida e também o recuo do cobre em consequência dos efeitos do coronavírus sobre a demanda mundial por matérias-primas justificam o movimento de busca por segurança em dólar em mercados emergentes e em iene.

No exterior, o índice DXY, que mede a variação do dólar ante uma cesta de seis rivais fortes, recua, refletindo 100% das apostas no CME Group, em Chicago, de que o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) cortará a taxa básica de juros dos Estados Unidos em 0,25 pontos-base na reunião de março, visando conter os impactos do coronavírus sobre a economia do país.

Às 9h27 desta sexta, o dólar à vista subia 0,38%, a R$ 4,4938. Na máxima, registrou R$ 4,5073 (+0,69%). O dólar futuro para abril, que passa a ser o mais negociado a partir de hoje, avançava 0,13%, a R$ 4,5045, com proximidade da oferta de swap, ante máxima em R$ 4,5155 (+0,38%).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Em dia de Ptax, dólar volta a superar R$ 4,50, mesmo com novo leilão de swap


28/02/2020 | 09:51


Em dia de definição da última Ptax de fevereiro, os "comprados" em câmbio (que apostaram na alta do dólar) mostram sua força em meio à busca de proteção pelas incertezas econômicas com o coronavírus e o dólar segue em alta, pelo oitavo dia seguido.

A moeda americana volta a operar acima dos R$ 4,50 ante o real nesta sexta-feira, 28, mesmo com mais um leilão de US$ 1 bilhão em swap cambial hoje, o terceiro da semana e atípico para o último dia do mês. O BC também faz rolagens de vencimentos de outros US$ 3,650 bilhões em linha e swap, mas que têm o objetivo apenas de aliviar a demanda pela moeda.

A pressão compradora interna acompanha o ritmo externo de alta da divisa dos EUA ante outras moedas emergentes ligadas a commodities. Petróleo em sua sexta queda seguida e também o recuo do cobre em consequência dos efeitos do coronavírus sobre a demanda mundial por matérias-primas justificam o movimento de busca por segurança em dólar em mercados emergentes e em iene.

No exterior, o índice DXY, que mede a variação do dólar ante uma cesta de seis rivais fortes, recua, refletindo 100% das apostas no CME Group, em Chicago, de que o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) cortará a taxa básica de juros dos Estados Unidos em 0,25 pontos-base na reunião de março, visando conter os impactos do coronavírus sobre a economia do país.

Às 9h27 desta sexta, o dólar à vista subia 0,38%, a R$ 4,4938. Na máxima, registrou R$ 4,5073 (+0,69%). O dólar futuro para abril, que passa a ser o mais negociado a partir de hoje, avançava 0,13%, a R$ 4,5045, com proximidade da oferta de swap, ante máxima em R$ 4,5155 (+0,38%).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;