Fechar
Publicidade

Sábado, 16 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Argentina, Espanha e Sérvia estreiam com vitória no Mundial de Basquete



31/08/2019 | 15:32


Argentina, Espanha e Sérvia, três das seleções favoritas ao título do Mundial de Basquete Masculino, confirmaram o favoritismo neste sábado diante de seus adversários e estrearam com vitória na competição que está sendo realizada na China.

Os três não tiveram dificuldades para abrir suas campanhas com triunfo. Os argentinos, que integram o Grupo B, derrotaram a Coreia do Sul por 95 a 69. Cinco atletas do time sul-americano se destacaram com mais de 10 pontos: Vildoza, o campeão olímpico Scola, Campazzo, Laprovittola e Deck.

No outro jogo da chave, a Rússia superou a Nigéria com um placar apertado: 82 a 77. Os russos chegaram a ficar oito pontos atrás do placar no último período, mas fizeram 10 pontos seguidos e viraram o duelo. Os lances livres convertidos no final fizeram a diferença para os europeus. Com 14 pontos e três assistências, Vorontsevich deixou a quadra como o principal atleta do duelo.

A Espanha, integrante do Grupo C, passou dos 100 pontos e despachou a Tunísia depois de deslanchar no segundo tempo. Os espanhóis sofreram apenas no primeiro quarto, etapa em que estiveram atrás no placar por um ponto. Depois, tomaram o controle do jogo e venceram por 101 a 62. Llull, com 16 pontos, e Rubio com 17, foram os destaques.

A outra partida do Grupo C, entre Irã e Porto Rico, foi a mais emocionante da primeira rodada até aqui. Os iranianos conseguiram abrir 19 pontos de frente, mas os porto-riquenhos, liderados por David Huertas, que fechou a partida com 32, buscaram a reação e venceram por 83 a 81. O duelo reservou emoção até os últimos segundos, visto que o Irã empatou a quatro segundos para o fim com uma bola de três de Haddadi, mas Molica apareceu para garantir o triunfo de Porto Rico ao converter um arremesso faltando menos de um segundo para o estouro do cronômetro.

No Grupo D, Sérvia e Itália começaram as suas caminhadas com tranquilidade. Os sérvios, campeões mundiais em três oportunidades e que ficaram com o vice na última edição, disputada na Espanha, foram comandados em quadra pelo ala-armador Bogdan Bogdanovic e arrasaram Angola por 105 a 59. O jogador do Sacramento Kings fez 24 pontos e foi o cestinha do jogo.

A Itália também venceu o seu jogo com 46 pontos de vantagem em sua vitória de 108 a 62 sobre Filipinas. O duelo foi dominado desde o primeiro quarto, estágio em que os europeus abriram 37 a 8.

VITÓRIA DOS ANFITRÕES E POLÔNIA QUEBRA JEJUM - No Grupo A, os destaques ficaram para as vitórias da anfitriã China sobre a Costa do Marfim por 70 a 55 e da Polônia, que fez 80 a 69 na Venezuela. O resultado dos poloneses quebrou um jejum de 52 anos sem triunfo em Mundiais - a última vitória havia sido na edição de 1967, sobre o Uruguai. Com 15 pontos e cinco rebotes, o ala-armador Mateusz Ponitka foi o nome do jogo.

O Brasil estreia no Mundial contra a Nova Zelândia. O jogo está marcado para as 5 horas (de Brasília), deste domingo. Além dos neozelandeses, os brasileiros, que ocupam o Grupo F, têm Montenegro e Grécia como adversários na primeira fase.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Argentina, Espanha e Sérvia estreiam com vitória no Mundial de Basquete


31/08/2019 | 15:32


Argentina, Espanha e Sérvia, três das seleções favoritas ao título do Mundial de Basquete Masculino, confirmaram o favoritismo neste sábado diante de seus adversários e estrearam com vitória na competição que está sendo realizada na China.

Os três não tiveram dificuldades para abrir suas campanhas com triunfo. Os argentinos, que integram o Grupo B, derrotaram a Coreia do Sul por 95 a 69. Cinco atletas do time sul-americano se destacaram com mais de 10 pontos: Vildoza, o campeão olímpico Scola, Campazzo, Laprovittola e Deck.

No outro jogo da chave, a Rússia superou a Nigéria com um placar apertado: 82 a 77. Os russos chegaram a ficar oito pontos atrás do placar no último período, mas fizeram 10 pontos seguidos e viraram o duelo. Os lances livres convertidos no final fizeram a diferença para os europeus. Com 14 pontos e três assistências, Vorontsevich deixou a quadra como o principal atleta do duelo.

A Espanha, integrante do Grupo C, passou dos 100 pontos e despachou a Tunísia depois de deslanchar no segundo tempo. Os espanhóis sofreram apenas no primeiro quarto, etapa em que estiveram atrás no placar por um ponto. Depois, tomaram o controle do jogo e venceram por 101 a 62. Llull, com 16 pontos, e Rubio com 17, foram os destaques.

A outra partida do Grupo C, entre Irã e Porto Rico, foi a mais emocionante da primeira rodada até aqui. Os iranianos conseguiram abrir 19 pontos de frente, mas os porto-riquenhos, liderados por David Huertas, que fechou a partida com 32, buscaram a reação e venceram por 83 a 81. O duelo reservou emoção até os últimos segundos, visto que o Irã empatou a quatro segundos para o fim com uma bola de três de Haddadi, mas Molica apareceu para garantir o triunfo de Porto Rico ao converter um arremesso faltando menos de um segundo para o estouro do cronômetro.

No Grupo D, Sérvia e Itália começaram as suas caminhadas com tranquilidade. Os sérvios, campeões mundiais em três oportunidades e que ficaram com o vice na última edição, disputada na Espanha, foram comandados em quadra pelo ala-armador Bogdan Bogdanovic e arrasaram Angola por 105 a 59. O jogador do Sacramento Kings fez 24 pontos e foi o cestinha do jogo.

A Itália também venceu o seu jogo com 46 pontos de vantagem em sua vitória de 108 a 62 sobre Filipinas. O duelo foi dominado desde o primeiro quarto, estágio em que os europeus abriram 37 a 8.

VITÓRIA DOS ANFITRÕES E POLÔNIA QUEBRA JEJUM - No Grupo A, os destaques ficaram para as vitórias da anfitriã China sobre a Costa do Marfim por 70 a 55 e da Polônia, que fez 80 a 69 na Venezuela. O resultado dos poloneses quebrou um jejum de 52 anos sem triunfo em Mundiais - a última vitória havia sido na edição de 1967, sobre o Uruguai. Com 15 pontos e cinco rebotes, o ala-armador Mateusz Ponitka foi o nome do jogo.

O Brasil estreia no Mundial contra a Nova Zelândia. O jogo está marcado para as 5 horas (de Brasília), deste domingo. Além dos neozelandeses, os brasileiros, que ocupam o Grupo F, têm Montenegro e Grécia como adversários na primeira fase.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;