Fechar
Publicidade

Sábado, 21 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Serviços de Saúde só serão normalizados na próxima semana

Celso Luiz/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Exames médicos, cirurgias eletivas e coletas de sangue foram remarcados devido à greve


Vanessa de Oliveira
Do Diário do Grande ABC

30/05/2018 | 07:00


Com a volta de combustíveis aos postos às vésperas do feriado prolongado (Corpus Christi, celebrado amanhã), a normalização dos serviços públicos – principalmente os da Saúde, área impactada com a suspensão de atividades em alguns municípios – só começará a acontecer na próxima semana.

Em Santo André, os exames de urina, fezes e sangue, que são coletados nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde), foram reagendados para semana que vem. Embora haja abastecimento de medicamentos e insumos, a administração pontua que “é possível que aconteçam atrasos de alguns medicamentos, caso ocorra demora de normalização da distribuição por parte dos fornecedores”.

Em São Bernardo, a Prefeitura diz que está mantida para hoje a interrupção das cirurgias pré-agendadas. Até ontem não havia previsão de retomada. A atualização da situação, de acordo com a administração, será feita dia a dia.

Em São Caetano, onde desde segunda-feira estão suspensos a coleta de exames laboratoriais, as cirurgias e exames eletivos, além do programa Circular Saúde (para transporte de passageiros), a Secretaria Municipal de Saúde informa que os serviços estarão em funcionamento parcial na segunda-feira e total a partir de terça-feira.

PREOCUPAÇÃO

Os cancelamentos dos exames deixaram os pacientes preocupados quanto a terem de esperar ainda mais tempo para serem atendidos. A locutora Luciana Osorio de Melo, 52 anos, tinha pedido médico expedido em 10 de março, com agendamento para ontem, de uma ultrassonografia transvaginal, no Hospital Maria Braido. A necessidade do exame se dá em razão de Luciana ter um pólipo endometrial e a indicação de cirurgia para a retirada.

Ontem, ao chegar ao local para fazer o exame, foi informada de que o mesmo estava cancelado, por “economia de materiais que poderiam faltar”. Com retorno marcado à ginecologista no próximo dia 8, para apresentar o resultado, ela teme que a consulta não ocorra. “Imagino que não dê tempo de levar o exame e, se for preciso remarcar a consulta, não tenho ideia para quando vou conseguir nova data.”

Munícipe de 43 anos de São Caetano e que é funcionária pública (e por essa razão preferiu não se identificar) também teve ontem o exame de ultrassom de mama – que aguardava fazer desde o dia 9 – desmarcado. A situação a deixa apreensiva, já que, na mama esquerda, há a presença de um nódulo. “Já cheguei a fazer biópsia e deu benigno, mas tenho de fazer acompanhamento. No ano passado não fiz (o exame), porque fiquei sem convênio”, conta. “Minha avó paterna faleceu de câncer de mama, então, tenho a genética e não posso deixar de acompanhar. Agora, vai saber quando será remarcado”, lamenta.

REDE PRIVADA

Nos hospitais privados, a Santa Helena Saúde informou que os atendimentos de suas unidades hospitalares estão concentrados nos casos críticos e de emergência, e que “normalizará as atividades assim que possível”. Já o Hospital e Maternidade Dr. Christóvão da Gama, em Santo André, e os hospitais da Rede D’Or na região afirmaram não terem suspendido nenhum serviço. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Serviços de Saúde só serão normalizados na próxima semana

Exames médicos, cirurgias eletivas e coletas de sangue foram remarcados devido à greve

Vanessa de Oliveira
Do Diário do Grande ABC

30/05/2018 | 07:00


Com a volta de combustíveis aos postos às vésperas do feriado prolongado (Corpus Christi, celebrado amanhã), a normalização dos serviços públicos – principalmente os da Saúde, área impactada com a suspensão de atividades em alguns municípios – só começará a acontecer na próxima semana.

Em Santo André, os exames de urina, fezes e sangue, que são coletados nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde), foram reagendados para semana que vem. Embora haja abastecimento de medicamentos e insumos, a administração pontua que “é possível que aconteçam atrasos de alguns medicamentos, caso ocorra demora de normalização da distribuição por parte dos fornecedores”.

Em São Bernardo, a Prefeitura diz que está mantida para hoje a interrupção das cirurgias pré-agendadas. Até ontem não havia previsão de retomada. A atualização da situação, de acordo com a administração, será feita dia a dia.

Em São Caetano, onde desde segunda-feira estão suspensos a coleta de exames laboratoriais, as cirurgias e exames eletivos, além do programa Circular Saúde (para transporte de passageiros), a Secretaria Municipal de Saúde informa que os serviços estarão em funcionamento parcial na segunda-feira e total a partir de terça-feira.

PREOCUPAÇÃO

Os cancelamentos dos exames deixaram os pacientes preocupados quanto a terem de esperar ainda mais tempo para serem atendidos. A locutora Luciana Osorio de Melo, 52 anos, tinha pedido médico expedido em 10 de março, com agendamento para ontem, de uma ultrassonografia transvaginal, no Hospital Maria Braido. A necessidade do exame se dá em razão de Luciana ter um pólipo endometrial e a indicação de cirurgia para a retirada.

Ontem, ao chegar ao local para fazer o exame, foi informada de que o mesmo estava cancelado, por “economia de materiais que poderiam faltar”. Com retorno marcado à ginecologista no próximo dia 8, para apresentar o resultado, ela teme que a consulta não ocorra. “Imagino que não dê tempo de levar o exame e, se for preciso remarcar a consulta, não tenho ideia para quando vou conseguir nova data.”

Munícipe de 43 anos de São Caetano e que é funcionária pública (e por essa razão preferiu não se identificar) também teve ontem o exame de ultrassom de mama – que aguardava fazer desde o dia 9 – desmarcado. A situação a deixa apreensiva, já que, na mama esquerda, há a presença de um nódulo. “Já cheguei a fazer biópsia e deu benigno, mas tenho de fazer acompanhamento. No ano passado não fiz (o exame), porque fiquei sem convênio”, conta. “Minha avó paterna faleceu de câncer de mama, então, tenho a genética e não posso deixar de acompanhar. Agora, vai saber quando será remarcado”, lamenta.

REDE PRIVADA

Nos hospitais privados, a Santa Helena Saúde informou que os atendimentos de suas unidades hospitalares estão concentrados nos casos críticos e de emergência, e que “normalizará as atividades assim que possível”. Já o Hospital e Maternidade Dr. Christóvão da Gama, em Santo André, e os hospitais da Rede D’Or na região afirmaram não terem suspendido nenhum serviço. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;