Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 22 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Região tem madrugada mais fria do ano com mínima de 7 °C

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Juliana Stern
Especial para o Diário

22/05/2018 | 07:00


A região registrou ontem a madrugada mais fria do ano, com mínima de 7°C. A queda brusca nas temperaturas é consequência de uma massa de ar frio e seco, de origem subpolar, que chegou no sábado e deve permanecer pelos próximos dias, segundo o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências), do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC.

A frente fria faz com que os dias apresentem céu claro, poucas nuvens e que as temperaturas fiquem baixas, tornando as madrugadas frias em todo o Estado. Várias cidades paulistas registraram temperaturas abaixo do 9°C. A menor delas ocorreu na Zona Sul da Capital, na Capela do Socorro, onde os termômetros registraram 3,2°C.

Para os próximos dias, as tardes continuam com céu claro e poucas nuvens. As madrugadas continuam frias e com a possibilidade de novos recordes no Grande ABC. A expectativa é a de que a mínima hoje seja de 6°C, com possibilidade de geadas em alguns pontos. Já a máxima será de 22°C.

CONSEQUÊNCIAS

Dois moradores de rua foram a óbito na madrugada de ontem na Capital. A suspeita é a de que os homens tenham morrido em decorrência das baixas temperaturas registradas na cidade. Na região, no entanto, não houve registros semelhantes. Quatro das sete cidades intensificaram as abordagens noturnas nesta semana e pretendem ampliar o número de vagas em abrigos e albergues.

Desde o dia 19, Ribeirão Pires ampliou as rondas noturnas com a chamada Operação Inverno. Na Casa de Acolhida, 40 vagas estão disponíveis aos vulneráveis. Em Santo André, o albergue noturno passará de 80 para 95 vagas, após novo termo de parceria. Já São Bernardo atende moradores de rua por meio do programa Cobertor que Salva durante 24 horas. As vagas foram ampliadas de 150 para 220.

São Caetano não informou o número de postos, mas afirma ser suficiente para a demanda da população de rua. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Região tem madrugada mais fria do ano com mínima de 7 °C

Juliana Stern
Especial para o Diário

22/05/2018 | 07:00


A região registrou ontem a madrugada mais fria do ano, com mínima de 7°C. A queda brusca nas temperaturas é consequência de uma massa de ar frio e seco, de origem subpolar, que chegou no sábado e deve permanecer pelos próximos dias, segundo o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências), do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC.

A frente fria faz com que os dias apresentem céu claro, poucas nuvens e que as temperaturas fiquem baixas, tornando as madrugadas frias em todo o Estado. Várias cidades paulistas registraram temperaturas abaixo do 9°C. A menor delas ocorreu na Zona Sul da Capital, na Capela do Socorro, onde os termômetros registraram 3,2°C.

Para os próximos dias, as tardes continuam com céu claro e poucas nuvens. As madrugadas continuam frias e com a possibilidade de novos recordes no Grande ABC. A expectativa é a de que a mínima hoje seja de 6°C, com possibilidade de geadas em alguns pontos. Já a máxima será de 22°C.

CONSEQUÊNCIAS

Dois moradores de rua foram a óbito na madrugada de ontem na Capital. A suspeita é a de que os homens tenham morrido em decorrência das baixas temperaturas registradas na cidade. Na região, no entanto, não houve registros semelhantes. Quatro das sete cidades intensificaram as abordagens noturnas nesta semana e pretendem ampliar o número de vagas em abrigos e albergues.

Desde o dia 19, Ribeirão Pires ampliou as rondas noturnas com a chamada Operação Inverno. Na Casa de Acolhida, 40 vagas estão disponíveis aos vulneráveis. Em Santo André, o albergue noturno passará de 80 para 95 vagas, após novo termo de parceria. Já São Bernardo atende moradores de rua por meio do programa Cobertor que Salva durante 24 horas. As vagas foram ampliadas de 150 para 220.

São Caetano não informou o número de postos, mas afirma ser suficiente para a demanda da população de rua. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;