Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Líderes do G-15 criticam FMI e globalização


Das Agências

30/05/2001 | 11:00


Os dirigentes do G-15 criticaram nesta quarta-feira a política do Fundo Monetário Internacional (FMI) e a ordem global dominada pelos ocidentais, ao começar uma conferência de dois dias em Jacarta, com a presença do presidente venezuelano, Hugo Chávez.

O encontro de cúpula, que se realiza simultaneamente com um debate no Parlamento indonésio sobre uma eventual destituição do presidente indonésio, Abdurrahman Wahid, destacou a necessidade de reduzir "o abismo digital" que separa os ricos e os pobres do mundo.

Wahid abriu a conferência fazendo pequenos comentários pessoais e assinalando as conquistas dos países do G-15 (integrado atualmente por 19 Estados em vias de desenvolvimento).

O presidente do Zimbabue, Robert Mugabe, falou aos líderes em nome do continente africano, atacando diretamente a globalização.

O primeiro-ministro da Malásia, Mahatir Mohamad, outro adversário da globalização, criticou o FMI ao falar em nome das nações asiáticas.

Em sua opinião, o FMI abandonou sua missão original que consistia em facilitar a recuperação financeira e se converteu em uma ferramenta política.

Mohamad pediu aos países desenvolvidos que baixem o preço da tecnologia informática e de comunicações fornecida a seus vizinhos mais pobres.

Menos de 20% da população das economias em vias de desenvolvimento têm acesso a linhas telefônicas fixas e à Internet, contra 50% nos países desenvolvidos, acrescentou o chefe de Governo malaio.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;