Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 7 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Automóveis

automoveis@dgabc.com.br | 4435-8337

ActiveHybrid 7 esbanja potência

Claudinei Plaza/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Sueli Osório
Do Diário do Grande ABC

22/02/2012 | 07:00


A primeira imagem que vem à cabeça de muita gente quando se fala em carro híbrido é a de um modelo compacto, bem equipado, mas sem muitos mimos, voltado prioritariamente à economia de combustível e à redução de emissão de poluentes.
Mas o BMW ActiveHybrid 7, modelo da marca alemã equipado com motores a gasolina e elétrico, contraria essa definição instintiva. Vendido aqui no Brasil apenas na versão L, alongada, com 5,21 metros de comprimento, o modelo esbanja espaço, conforto e tecnologia embarcada. 
O sedã custa cerca de R$ 475 mil, mas pode haver alteração no preço em breve por conta do aumento do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) para os importados, por isso é bom checar nos concessionários. Na Agulhas Negras, de São Bernardo, até o fechamento desta edição, havia unidades ano-modelo 10/11 por R$ 398 mil. 
Por fora, o design do híbrido da Série 7 é imponente e elegante. Internamente, há muita sofisticação e conforto. 
Sob o capô, a combinação do propulsor de oito cilindros com tecnologia BMW TwinPower Turbo com o motor elétrico trifásico síncrono gera potência total de 465 cv e torque máximo de 71,4 mkgf. A transmissão da força é feita por uma caixa de câmbio automática de oito marchas. O motor elétrico, muito compacto, fica entre o bloco a combustão e o conversor da caixa automática e recebe energia de uma bateria de íons de lítio. 
O resultado são acelerações eficientes e respostas rápidas, que levam o modelo de 0 a 100 km/h em apenas 4,9 segundos. O consumo médio é de 10,6 km/l e a emissão de CO2 é de 219 gramas por quilômetro, segundo a fabricante.
A caixa de câmbio automática tem a função start-stop, que desliga o motor a combustão ao parar no farol, por exemplo. O ar-condicionado e o sistema de ventilação podem continuar funcionando mesmo com o motor desligado, já que ambos os sistemas são alimentados, assim como o motor elétrico, pela rede de bordo de 120 volts da bateria de íons de lítio. 
O painel possui indicadores que mostram o funcionamento do sistema híbrido, dando informações detalhadas, como a recuperação da energia durante as fases de desaceleração e frenagem. 
O sedã vem de série com rodas de liga leve de 19 polegadas. Os pneus runflat 245/45 R19, no eixo dianteiro, e 275/40 R19, no eixo traseiro, permitem continuar rodando a 80 km/h mesmo se estiverem completamente vazios. Dependendo do peso transportado, é possível seguir por até 250 quilômetros com esses pneus. Um indicador controla a pressão dos componentes e adverte se a perda for superior a 20%.
O híbrido conta com faróis bi-xenon, que opcionalmente podem ser direcionais, air bags frontais, para o quadril e o tórax, e laterais tipo cortina para proteger as cabeças.
Lista de opcionais é ampla
Entre os equipamentos opcionais estão a tela virtual head-up-display, que permite projetar no para-brisa informações como velocidade do veículo, sistemas de advertência ao mudar de pista, de visão noturna, que proporciona detectar pessoas no escuro, câmeras de marcha à ré e de visão lateral. 
O Série 7 híbrido também pode ser equipado com sistemas de navegação, áudio e vídeo para os ocupantes do banco traseiro, teto solar, assentos traseiros climatizados e com função de massagem.
Outro recurso opcional é o ConnectedDrive, que possibilita fazer chamadas de emergência, incluindo a localização automática do carro, 
Externamente, o sedã pode receber rodas de liga leve de 20 polegadas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

ActiveHybrid 7 esbanja potência

Sueli Osório
Do Diário do Grande ABC

22/02/2012 | 07:00


A primeira imagem que vem à cabeça de muita gente quando se fala em carro híbrido é a de um modelo compacto, bem equipado, mas sem muitos mimos, voltado prioritariamente à economia de combustível e à redução de emissão de poluentes.
Mas o BMW ActiveHybrid 7, modelo da marca alemã equipado com motores a gasolina e elétrico, contraria essa definição instintiva. Vendido aqui no Brasil apenas na versão L, alongada, com 5,21 metros de comprimento, o modelo esbanja espaço, conforto e tecnologia embarcada. 
O sedã custa cerca de R$ 475 mil, mas pode haver alteração no preço em breve por conta do aumento do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) para os importados, por isso é bom checar nos concessionários. Na Agulhas Negras, de São Bernardo, até o fechamento desta edição, havia unidades ano-modelo 10/11 por R$ 398 mil. 
Por fora, o design do híbrido da Série 7 é imponente e elegante. Internamente, há muita sofisticação e conforto. 
Sob o capô, a combinação do propulsor de oito cilindros com tecnologia BMW TwinPower Turbo com o motor elétrico trifásico síncrono gera potência total de 465 cv e torque máximo de 71,4 mkgf. A transmissão da força é feita por uma caixa de câmbio automática de oito marchas. O motor elétrico, muito compacto, fica entre o bloco a combustão e o conversor da caixa automática e recebe energia de uma bateria de íons de lítio. 
O resultado são acelerações eficientes e respostas rápidas, que levam o modelo de 0 a 100 km/h em apenas 4,9 segundos. O consumo médio é de 10,6 km/l e a emissão de CO2 é de 219 gramas por quilômetro, segundo a fabricante.
A caixa de câmbio automática tem a função start-stop, que desliga o motor a combustão ao parar no farol, por exemplo. O ar-condicionado e o sistema de ventilação podem continuar funcionando mesmo com o motor desligado, já que ambos os sistemas são alimentados, assim como o motor elétrico, pela rede de bordo de 120 volts da bateria de íons de lítio. 
O painel possui indicadores que mostram o funcionamento do sistema híbrido, dando informações detalhadas, como a recuperação da energia durante as fases de desaceleração e frenagem. 
O sedã vem de série com rodas de liga leve de 19 polegadas. Os pneus runflat 245/45 R19, no eixo dianteiro, e 275/40 R19, no eixo traseiro, permitem continuar rodando a 80 km/h mesmo se estiverem completamente vazios. Dependendo do peso transportado, é possível seguir por até 250 quilômetros com esses pneus. Um indicador controla a pressão dos componentes e adverte se a perda for superior a 20%.
O híbrido conta com faróis bi-xenon, que opcionalmente podem ser direcionais, air bags frontais, para o quadril e o tórax, e laterais tipo cortina para proteger as cabeças.
Lista de opcionais é ampla
Entre os equipamentos opcionais estão a tela virtual head-up-display, que permite projetar no para-brisa informações como velocidade do veículo, sistemas de advertência ao mudar de pista, de visão noturna, que proporciona detectar pessoas no escuro, câmeras de marcha à ré e de visão lateral. 
O Série 7 híbrido também pode ser equipado com sistemas de navegação, áudio e vídeo para os ocupantes do banco traseiro, teto solar, assentos traseiros climatizados e com função de massagem.
Outro recurso opcional é o ConnectedDrive, que possibilita fazer chamadas de emergência, incluindo a localização automática do carro, 
Externamente, o sedã pode receber rodas de liga leve de 20 polegadas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;