Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 18 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Médico de Santo André é morto em assalto


Mário César de Mauro
Do Diário do Grande ABC

27/04/2001 | 00:22


O médico Hideu Sassaki, 35 anos, especialista na área de cirurgia bucomaxilo facial e morador de Santo André, morreu às 6h30 desta quinta na UTI do Hospital Santa Marcelina, seu local de trabalho, no bairro Itaquera, Zona Leste de São Paulo. Sassaki foi baleado com um único tiro durante uma tentativa de assalto em um cruzamento da rua São João das Duas Barras, no mesmo bairro, a 150 m do hospital, por volta das 20h de quarta-feira.

Segundo testemunhas, dois adolescentes surpreenderam o médico, apontaram uma arma e anunciaram o assalto. Sassaki falava ao celular com uma das recepcionistas do hospital e teria se assustado com a presença dos assaltantes. O movimento brusco fez com que um dos criminosos atirasse, acertando o médico pelas costas.

“Havia acabado de chegar um caso de trauma facial e a funcionária estava ligando para pedir que ele retornasse ao hospital e avaliasse o paciente. Nesse tempo os assaltantes apareceram e o acertaram”, disse o diretor clínico do Santa Marcelina, Jorge Issac.

O médico ferido ainda guiou seu carro com a intenção de voltar ao hospital, mas bateu em outro veículo. O motorista o ajudou a voltar ao Santa Marcelina. “Ele chegou ainda conversando e logo depois entrou em estado de choque. A operação durou até as 2h30, mas as lesões internas eram muito graves”, disse Isaac.

Sassaki trabalhava no hospital há 10 anos. “Era uma excelente pessoa e um excelente profissional”, afirmou o diretor. Cerca de 300 pessoas, principalmente colegas de trabalho, reivindicaram segurança e lembraram da morte do médico em um protesto na tarde desta quinta.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;