Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 15 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Hiperplasia benigna da próstata - Dr. Leo Kahn

A próstata é uma glândula do aparelho reprodutor masculino...


Leo Kahn

20/11/2015 | 07:00


A próstata é uma glândula do aparelho reprodutor masculino, com a aparência de uma noz, envolvendo totalmente a porção da uretra prostática na chamada zona transicional da próstata e ocorre um aumento do seu tamanho com o decorrer da idade.

Esse aumento diminui o fluxo urinário vindo da bexiga através da uretra, devido ao estreitamento dessa parte, ocasionado retenção urinária, infecções de repetição e até mesmo a formação de cálculos.

A idade e a presença dos testículos representam as determinantes mais importantes para o desenvolvimento da hiperplasia, mas a hereditariedade parece ter um papel de destaque, visto que filhos de indivíduos com a doença têm de três a quatro vezes mais chance de serem submetidos à cirurgia prostática por crescimento benigno.

Acomete 25% dos homens entre 40 e 49 anos, 80% entre 70 e 79 anos e mais de 90% a partir dos 80 anos.

Fatores de risco:

- Idade;

- Raça negra;

- Obesidade;

- Consumo exagerado de álcool;

- Sedentarismo.

Sinais e Sintomas:

- Polaciúria;

- Nictúria;

- Disúria;

- Hematúria;

- Fluxo de urina fraco;

- Gotejamento de urina;

- Incontinência urinária.

O diagnóstico é realizado pelo médico através do histórico do paciente e do exame físico complementado pelo toque retal. Poderá solicitar ainda exames complementares como: urina, função renal, PSA, ultrassom pélvico ou transretal, uretrocistoscopia e até ressonância magnética.

Saiba mais:

- Infecções da bexiga podem provocar sensação de ardor na micção e também febre.

- Resíduo da urina aumenta a pressão sobre os rins, mas raramente provoca lesões permanentes.

- Apesar de vários portadores de hiperplasia confirmada por biópsia não apresentarem sintomas, a metade dos homens de 60 anos se queixa de alguma dificuldade urinária.

- Entre 32% e 70% dos pacientes com HBP mantidos apenas em observação referem melhora clínica dos sintomas urinários após alguns anos.

- O aumento prostático e os sintomas associados a ele se agravam com o passar dos anos, em função da biodisponibilidade de testosterona.

- A castração reduz drasticamente as dimensões da próstata e a sintomatologia.

- Ingestão de líquidos e de cafeína em excesso, uso de diuréticos e medicações anti-histamínicas, interferem no funcionamento dos músculos da bexiga.

- Existem três mecanismos fisiopatológicos distintos:

(1) obstrução uretral propriamente dita, que produz sintomas obstrutivos;

(2) reação do detrusor à obstrução, que leva ao aparecimento de sintomas irritativos;

(3) estímulos neuronais anormais gerados pela próstata, que também causam sintomas obstrutivos.

- O quadro irritativo muito exuberante deve-se ficar atento para a presença de outras doenças causando as manifestações.

Incluem-se a bexiga instável do idoso ou relacionado com disfunções neurológicas, infecções locais, litíase vesical e neoplasias de bexiga.

- Resultados de PSA mostram valores elevados em 30% ou 50% dos homens com hiperplasia benigna da próstata.

- Algumas pequenas veias da uretra e da bexiga podem arrebentar quando o paciente se esforça por urinar e isso faz com que apareça sangue na urina.

- A obstrução completa pode impossibilitar a micção, o que provoca uma sensação de repleção e depois uma dor aguda na parte inferior do abdômen.

- Procure um médico urologista.

* Se você tem dúvidas sobre saúde, envie um e-mail para leo.kahn@uol.com.br ou visite o site www.vivaintegral.com.br
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Hiperplasia benigna da próstata - Dr. Leo Kahn

A próstata é uma glândula do aparelho reprodutor masculino...

Leo Kahn

20/11/2015 | 07:00


A próstata é uma glândula do aparelho reprodutor masculino, com a aparência de uma noz, envolvendo totalmente a porção da uretra prostática na chamada zona transicional da próstata e ocorre um aumento do seu tamanho com o decorrer da idade.

Esse aumento diminui o fluxo urinário vindo da bexiga através da uretra, devido ao estreitamento dessa parte, ocasionado retenção urinária, infecções de repetição e até mesmo a formação de cálculos.

A idade e a presença dos testículos representam as determinantes mais importantes para o desenvolvimento da hiperplasia, mas a hereditariedade parece ter um papel de destaque, visto que filhos de indivíduos com a doença têm de três a quatro vezes mais chance de serem submetidos à cirurgia prostática por crescimento benigno.

Acomete 25% dos homens entre 40 e 49 anos, 80% entre 70 e 79 anos e mais de 90% a partir dos 80 anos.

Fatores de risco:

- Idade;

- Raça negra;

- Obesidade;

- Consumo exagerado de álcool;

- Sedentarismo.

Sinais e Sintomas:

- Polaciúria;

- Nictúria;

- Disúria;

- Hematúria;

- Fluxo de urina fraco;

- Gotejamento de urina;

- Incontinência urinária.

O diagnóstico é realizado pelo médico através do histórico do paciente e do exame físico complementado pelo toque retal. Poderá solicitar ainda exames complementares como: urina, função renal, PSA, ultrassom pélvico ou transretal, uretrocistoscopia e até ressonância magnética.

Saiba mais:

- Infecções da bexiga podem provocar sensação de ardor na micção e também febre.

- Resíduo da urina aumenta a pressão sobre os rins, mas raramente provoca lesões permanentes.

- Apesar de vários portadores de hiperplasia confirmada por biópsia não apresentarem sintomas, a metade dos homens de 60 anos se queixa de alguma dificuldade urinária.

- Entre 32% e 70% dos pacientes com HBP mantidos apenas em observação referem melhora clínica dos sintomas urinários após alguns anos.

- O aumento prostático e os sintomas associados a ele se agravam com o passar dos anos, em função da biodisponibilidade de testosterona.

- A castração reduz drasticamente as dimensões da próstata e a sintomatologia.

- Ingestão de líquidos e de cafeína em excesso, uso de diuréticos e medicações anti-histamínicas, interferem no funcionamento dos músculos da bexiga.

- Existem três mecanismos fisiopatológicos distintos:

(1) obstrução uretral propriamente dita, que produz sintomas obstrutivos;

(2) reação do detrusor à obstrução, que leva ao aparecimento de sintomas irritativos;

(3) estímulos neuronais anormais gerados pela próstata, que também causam sintomas obstrutivos.

- O quadro irritativo muito exuberante deve-se ficar atento para a presença de outras doenças causando as manifestações.

Incluem-se a bexiga instável do idoso ou relacionado com disfunções neurológicas, infecções locais, litíase vesical e neoplasias de bexiga.

- Resultados de PSA mostram valores elevados em 30% ou 50% dos homens com hiperplasia benigna da próstata.

- Algumas pequenas veias da uretra e da bexiga podem arrebentar quando o paciente se esforça por urinar e isso faz com que apareça sangue na urina.

- A obstrução completa pode impossibilitar a micção, o que provoca uma sensação de repleção e depois uma dor aguda na parte inferior do abdômen.

- Procure um médico urologista.

* Se você tem dúvidas sobre saúde, envie um e-mail para leo.kahn@uol.com.br ou visite o site www.vivaintegral.com.br
 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;