Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 15 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

São Bernardo entrega estudo sobre o Jardim das Oliveiras


Evandro Enoshita
Do Diário do Grande ABC

06/02/2010 | 07:01


A Prefeitura de São Bernardo encaminhou à Justiça na tarde de ontem o resultado de estudo de contaminação das famílias do Jardim das Oliveiras. A área, em que vivem 12 mil pessoas, é alvo de ação do MP (Ministério Público) para a sua desocupação.

Em 2008, levantamento realizado pela Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental) constatou a existência no local de metais pesados e benzeno - substância cancerígena - em níveis acima do permitido.

Realizado pelo Cesco (Centro de Estudos de Saúde Coletiva) da Faculdade de Medicina do ABC, o trabalho entregue ontem à Justiça comparou o nível de saúde das famílias que vivem há pelo menos cinco anos no local com a situação dos moradores de outras regiões. Não foram encontrados traços de contaminação entre as famílias do Jardim das Oliveiras.
"Vamos analisar o documento, e, caso seja necessário, iremos estudar providências para a área", afirmou o juiz Gersino Donizete do Prado, da 7ª Vara Cível de São Bernardo.

Providências - O material é parte de um pacote de providências cobradas da Prefeitura pela Justiça. Enquanto para o Ministério Público já existem provas suficientes para o julgamento da ação de retirada da população do bairro, o juiz acredita que ainda não é possível mensurar o nível de contaminação do local.

Falta ainda a entrega por parte da administração municipal de um estudo ambiental. Nesse documento deverá constar um mapeamento da área contaminada, em que seja esclarecido se as substâncias tóxicas estão no solo ou no lençol freático. No estudo, deverão constar também alternativas para a remoção desse material da área.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;