Setecidades

S.Bernardo promete zerar fila por creche até julho de 2020


A Prefeitura de São Bernardo planeja zerar a fila de espera por creche – 1.521 crianças com idade entre zero e 3 anos – até julho de 2020. Promessa presente no plano de governo do prefeito Orlando Morando (PSDB), a universalização do acesso à educação infantil será possível, conforme a administração, após trabalho de reorganização da rede, inauguração de duas escolas e, sobretudo, ampliação das parcerias com instituições conveniadas da cidade.

Problema comum aos gestores públicos de todo o País, a falta de vagas na educação infantil esbarra no alto custo para a construção e manutenção de unidades escolares destinadas às crianças. “Temos a clareza de que existe uma crise financeira no País e não temos recursos para construir, mas temos prédios ociosos que podem ser utilizados por instituições parceiras que vão oferecer ensino dentro dos padrões da rede”, explica Morando.

Neste modelo de parceria, as instituições de ensino participam de seleção pública na qual se comprometem a ofertar ensino dentro dos moldes da rede municipal e o mesmo padrão de instalações físicas das unidades de ensino. A Prefeitura realiza repasses para custear a mão de obra e envia uniforme, material escolar e alimentação. “O objetivo é que não tenha nenhuma criança fora da escola em São Bernardo. E esse é o plano mais rápido e eficiente para gerar vagas”, considera o prefeito.

Balanço divulgado pela Secretaria da Educação municipal aponta que entre 2017 e 2019 a cidade criou 2.805 vagas, sendo 1.681 após reorganização da rede, 400 com as inaugurações das creches do Jardim Nazareth e do Riacho Grande, 172 a partir da ampliação de filiais de creches parceiras e outras 552 como resultado de novos convênios com instituições educacionais da cidade. No total, a Prefeitura conta com 28 conveniadas.

Na prática, a ampliação resultou na redução do deficit por vagas em creche em 66% – passou de 4.541 postos para 1.521 no período. Com isso, segundo a administração, São Bernardo atenderá 91,4% da demanda de crianças com idade entre zero e 3 anos em 2020. O PNE (Plano Nacional da Educação) prevê que os municípios acolham pelo menos 50% da população com esta faixa etária.

APROVAÇÃO

Maria Elisângela Salisciano, 33 anos, se diz aliviada com o fato de ter garantido vaga em creche para filho Izac, 6 meses, para o próximo ano. Moradora do Jardim Silvina, em São Bernardo, ela revela que não teria com quem deixar a criança enquanto trabalha tampouco recursos para arcar com uma escola particular.</CW><CW-30>

Assim como o irmão, Abner Miguel, 2, Izac frequentará a Associação Presbiteriana de Assistência Social Creche Betel, parceira da Prefeitura, no próximo ano. “Fiz a inscrição em setembro e aguardei. Fiquei muito feliz porque a escola é perto de casa e porque os dois vão para o mesmo lugar”, destaca Maria Elisângela.

Fundada em 1977, a Creche Betel atende 150 crianças.

Comentários


Veja Também


S.Bernardo promete zerar fila por creche até julho de 2020

A Prefeitura de São Bernardo planeja zerar a fila de espera por creche – 1.521 crianças com idade entre zero e 3 anos – até julho de 2020. Promessa presente no plano de governo do prefeito Orlando Morando (PSDB), a universalização do acesso à educação infantil será possível, conforme a administra...

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:
Voltar