Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 26 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Diadema implementa faixas
verdes para pedestres no Taboão

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Segundo Prefeitura, medida visa aumentar a segurança das pessoas, que vão contar com uma área além da calçada para circular nas vias


Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

05/06/2021 | 00:01


A Prefeitura de Diadema está instalando no bairro Taboão algumas sinalizações de solos, verdes, destinadas a pedestres, que estão chamando atenção dos moradores. São faixas pintadas no asfalto, em áreas próximas às calçadas, na Avenida Tietê.

Segundo a administração, a Secretaria de Transportes de Diadema está implantando conjunto de sinalização viária para aumentar a segurança e a acessibilidade junto às escolas e aos equipamentos de saúde. Ainda de acordo com a pasta, problema comum nesses lugares, que interfere na segurança de pedestres, especialmente aqueles em condição de mais fragilidade – como idosos, crianças, cadeirantes, pessoas com dificuldades locomotoras, com carrinhos de bebê ou carrinhos de feira –, é a condição das calçadas, seja por sua largura insuficiente e com interferências como postes e árvores, seja pela descontinuidade em função de degraus formados pelos acessos às garagens dos imóveis.

O governo municipal argumentou que é comum que, nessas circunstâncias, os pedestres acabem preferindo caminhar pela rua, que tem um piso mais plano e contínuo. “Uma solução que já vem sendo adotada com sucesso em outras cidades e é de aplicação imediata, sem obras, é a faixa verde peatonal, que funciona como um prolongamento da calçada, livre de interferências e mais confortável para o caminhar”, justificou a administração.

A secretaria explicou que essa faixa tem elementos que a separam da faixa carroçável (local onde circulam os veículos) e a velocidade máxima dos automóveis, ônibus, motos e caminhões é regulamentada de modo a ser compatível com a segurança dos pedestres. “Nos locais de Diadema onde estão sendo implantadas, as faixas estão sendo finalizadas com todos os elementos de sinalização necessários”, completou a nota da Secretaria de Transporte.

As faixas verdes começaram a ser implantadas a partir da Rua Tietê e ainda faltam elementos para sua finalização, como a separação dela dos veículos, trabalho que deve se concluído na próxima semana. De acordo com a Prefeitura de Diadema, ainda está em andamento o estudo para definir em quais locais da cidade elas serão implantadas.

Medida semelhante foi implementada em 2019 em Fortaleza, no Ceará. Na cidade nordestina, as faixas verdes foram pintadas próximo a esquinas, com objetivo de impedir que veículos estacionassem naqueles pontos e também para aumentar a segurança dos pedestres que trafegam no local.

Especialista em trânsito e diretor na consultoria Mobilidade Segura EAD, Cassiano Ferreira Novo explicou que as faixas verdes têm como objetivo proporcionar uma ampliação do espaço do pedestre na via pública, como um alargamento das calçadas tradicionais e melhor posicionamento de travessia segura para os pedestres. “É um novo desenho do espaço urbano, incentivando a caminhabilidade e a priorização do pedestre no trânsito”, afirmou.

O consultor afirmou que geralmente a sinalização é pintada na forma horizontal com tinta verde e branca, com acessórios nas bordas, em forma de balizadores refletivos presos ao pavimento. “É necessária campanha educativa para informar aos veículos e pedestres sobre a estrutura implementada”, destacou.

A sua implementação, normalmente, não exige outras obras, mas o especialista ressalta que há sempre a necessidade de avaliar essa infraestrutura local, juntamente com o fluxo de seus usuários para verificar a demanda, viabilidade e eficiência. “Não são regulamentadas pelo CBT (Código Brasileiro de Trânsito), mas são autorizadas pelo Contran (Conselho Nacional do Trânsito)”, completou Cassiano. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;