Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 10 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Recapeamento do Corredor
ABD começa só em 2013

Prefeitura de Diadema gastará R$ 2 milhões para pavimentar
cerca de 5 quilômetros de pistas que pertencem ao município


Fábio Munhoz
Do Diário do Grande ABC

24/07/2012 | 07:00


Esburacado, o conjunto de vias que compõem o Corredor ABD só passará por recapeamento no ano que vem. A Prefeitura de Diadema irá gastar R$ 2 milhões para pavimentar cerca de cinco quilômetros de pistas que pertencem ao município. Além da avenida homônima, também receberá asfalto novo a Fábio Eduardo Ramos Esquível, que dá continuidade ao principal eixo de ligação com Santo André, passando também por São Bernardo.

A administração de Diadema informa que já viabiliza recursos para executar a obra. A proposta está cadastrada no Ministério das Cidades e agora aguarda liberação dos recursos pela Caixa Econômica Federal. A Prefeitura estima que a licitação tenha início ainda neste ano, mas que os trabalhos só comecem de fato no início de 2013.

Além disso, R$ 1,5 milhão será gasto pelo município para asfaltamento de outras vias. O Executivo informa que, enquanto a pavimentação não for concluída, serão feitas manutenções para garantir as condições de tráfego. A verba foi obtida por meio de emenda parlamentar de autoria do deputado José de Filippi Júnior (PT-SP).

Na semana passada, a Prefeitura anunciou que a Saned (Companhia de Saneamento de Diadema) irá investir ao longo deste ano cerca de R$ 11 milhões para recapear diversas vias. Avenidas como Dr. Ulysses Guimarães e Rotary passaram pelas intervenções.

OUTRAS CIDADES

Os outros dois municípios por onde passa o Corredor ABD se limitarão a fazer serviços paliativos, as conhecidas operações tapa buraco. Em Santo André, serão colocadas camadas de asfalto nos pontos mais danificados da Avenida Prestes Maia. As intervenções serão feitas nos fins de semana de agosto. Já a Prefeitura de São Bernardo informa que o recapeamento do trecho de cerca de três quilômetros pertencente ao município ainda está sendo estudado.

Ao todo, o Corredor ABD tem cerca de 11 quilômetros e envolve as avenidas Prestes Maia, Lions e Fábio Eduardo Ramos Esquível. Os trechos onde há maior concentração de buracos está localizado no bairro Paulicéia, em São Bernardo, divisa com Diadema. Algumas das crateras chegam a ter cinco centímetros de profundidade. O excesso de camadas de asfalto colocadas faz com que a pista apresente degraus e ondulações. Há risco de acidentes, já que motoristas realizam manobras bruscas para desviar dos obstáculos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Recapeamento do Corredor
ABD começa só em 2013

Prefeitura de Diadema gastará R$ 2 milhões para pavimentar
cerca de 5 quilômetros de pistas que pertencem ao município

Fábio Munhoz
Do Diário do Grande ABC

24/07/2012 | 07:00


Esburacado, o conjunto de vias que compõem o Corredor ABD só passará por recapeamento no ano que vem. A Prefeitura de Diadema irá gastar R$ 2 milhões para pavimentar cerca de cinco quilômetros de pistas que pertencem ao município. Além da avenida homônima, também receberá asfalto novo a Fábio Eduardo Ramos Esquível, que dá continuidade ao principal eixo de ligação com Santo André, passando também por São Bernardo.

A administração de Diadema informa que já viabiliza recursos para executar a obra. A proposta está cadastrada no Ministério das Cidades e agora aguarda liberação dos recursos pela Caixa Econômica Federal. A Prefeitura estima que a licitação tenha início ainda neste ano, mas que os trabalhos só comecem de fato no início de 2013.

Além disso, R$ 1,5 milhão será gasto pelo município para asfaltamento de outras vias. O Executivo informa que, enquanto a pavimentação não for concluída, serão feitas manutenções para garantir as condições de tráfego. A verba foi obtida por meio de emenda parlamentar de autoria do deputado José de Filippi Júnior (PT-SP).

Na semana passada, a Prefeitura anunciou que a Saned (Companhia de Saneamento de Diadema) irá investir ao longo deste ano cerca de R$ 11 milhões para recapear diversas vias. Avenidas como Dr. Ulysses Guimarães e Rotary passaram pelas intervenções.

OUTRAS CIDADES

Os outros dois municípios por onde passa o Corredor ABD se limitarão a fazer serviços paliativos, as conhecidas operações tapa buraco. Em Santo André, serão colocadas camadas de asfalto nos pontos mais danificados da Avenida Prestes Maia. As intervenções serão feitas nos fins de semana de agosto. Já a Prefeitura de São Bernardo informa que o recapeamento do trecho de cerca de três quilômetros pertencente ao município ainda está sendo estudado.

Ao todo, o Corredor ABD tem cerca de 11 quilômetros e envolve as avenidas Prestes Maia, Lions e Fábio Eduardo Ramos Esquível. Os trechos onde há maior concentração de buracos está localizado no bairro Paulicéia, em São Bernardo, divisa com Diadema. Algumas das crateras chegam a ter cinco centímetros de profundidade. O excesso de camadas de asfalto colocadas faz com que a pista apresente degraus e ondulações. Há risco de acidentes, já que motoristas realizam manobras bruscas para desviar dos obstáculos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;