Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Não fiz nada de errado, sustenta Tião Mateus

Banco de dados Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Vereador está sob avaliação do conselho de ética do PT por estar em vídeo com Morando


Daniel Tossato

24/07/2020 | 00:02


Com postura sob análise do conselho de ética do partido em São Bernardo, o vereador Tião Mateus (PT) se defendeu, sustentou que não fez nada de errado e que tem certeza que a queixa não deverá prosperar dentro da legenda.

O parlamentar se envolveu em polêmica ao aparecer em vídeo junto do prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), em atividade em seu reduto eleitoral.
Na semana passada o parlamentar viu representação apresentada por filiados petistas ser acolhida pela executiva da sigla e enviada ao conselho de ética do partido. O petista deverá ser chamado para dar esclarecimentos sobre ter aparecido no vídeo e trocado elogios com Morando – bem como elucidar sobre os motivos pelos quais não tem feito depósito partidário. O depoimento, porém, ainda não tem data marcada.

“Eu não fiz nada de errado. O Orlando (Morando) foi entregar escrituras no Jardim Ipanema, região de minha atuação, e acabei participando porque eu iniciei o processo para conseguir as documentações naquele bairro”, declarou Tião.

O vídeo criou polêmica porque o petista, além de ter elogiado o atual prefeito de São Bernardo, também deixou de citar o ex-prefeito Luiz Marinho (PT), que deu início ao processo de documentação no Grande Alvarenga, área que engloba o Jardim Ipanema.

A situação de Tião dentro do conselho de ética é considerada delicada. A executiva decidiu, por oito votos favoráveis e dois contrários, que a queixa contra o vereador deve ser apurada pelos seis integrantes que formam o conselho de ética dentro do petismo. O bloco deverá elaborar relatório após coletar depoimentos de acusação e defesa. Com o documento pronto, o resultado será encaminhado novamente à executiva municipal, presidida por Cleiton Coutinho, que deverá deliberar sobre o futuro do vereador dentro do partido. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Não fiz nada de errado, sustenta Tião Mateus

Vereador está sob avaliação do conselho de ética do PT por estar em vídeo com Morando

Daniel Tossato

24/07/2020 | 00:02


Com postura sob análise do conselho de ética do partido em São Bernardo, o vereador Tião Mateus (PT) se defendeu, sustentou que não fez nada de errado e que tem certeza que a queixa não deverá prosperar dentro da legenda.

O parlamentar se envolveu em polêmica ao aparecer em vídeo junto do prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), em atividade em seu reduto eleitoral.
Na semana passada o parlamentar viu representação apresentada por filiados petistas ser acolhida pela executiva da sigla e enviada ao conselho de ética do partido. O petista deverá ser chamado para dar esclarecimentos sobre ter aparecido no vídeo e trocado elogios com Morando – bem como elucidar sobre os motivos pelos quais não tem feito depósito partidário. O depoimento, porém, ainda não tem data marcada.

“Eu não fiz nada de errado. O Orlando (Morando) foi entregar escrituras no Jardim Ipanema, região de minha atuação, e acabei participando porque eu iniciei o processo para conseguir as documentações naquele bairro”, declarou Tião.

O vídeo criou polêmica porque o petista, além de ter elogiado o atual prefeito de São Bernardo, também deixou de citar o ex-prefeito Luiz Marinho (PT), que deu início ao processo de documentação no Grande Alvarenga, área que engloba o Jardim Ipanema.

A situação de Tião dentro do conselho de ética é considerada delicada. A executiva decidiu, por oito votos favoráveis e dois contrários, que a queixa contra o vereador deve ser apurada pelos seis integrantes que formam o conselho de ética dentro do petismo. O bloco deverá elaborar relatório após coletar depoimentos de acusação e defesa. Com o documento pronto, o resultado será encaminhado novamente à executiva municipal, presidida por Cleiton Coutinho, que deverá deliberar sobre o futuro do vereador dentro do partido. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;