Fechar
Publicidade

Domingo, 28 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Bio diz não tolerar corrupção

Candidato do PV irá promover auditorias e cortar comissionados da Prefeitura de Mauá


Luís Felipe Soares
Do Diário do Grande ABC

22/08/2012 | 06:44


O aspirante ao Paço de Mauá pelo PV, Paulo Bio, não irá tolerar corrupção. Caso seja eleito, ele afirmou que irá adotar política de tolerância zero quanto a qualquer tipo de ação de superfaturamento na cidade.

“Para que haja um controle mais firme, temos de ter indicadores para que possamos acompanhar de maneira mais fácil os trâmites públicos e fiscalizar de perto. Vamos promover auditorias constantes e enxugar a máquina cortando centenas de cargos comissionados”, garantiu o verde. Entre suas iniciativas, destacou a utilização de ferramentas tecnológicas para os trabalhos do Executivo, caso da organização de pregões eletrônicos.

O prefeiturável deixa claro que nenhum sistema é perfeito e que as administrações estão sujeitas a esses tipos de “ações vergonhosas”. “Estamos falando de uma iniciativa que não irá tolerar atividades duvidosas. Infelizmente, não temos como garantir 100% que haverá corrupção, mas não irei tolerar. Se existir, eu vou punir”, afirmou.

Bio também se mostrou indignado com a “visual” diferença entre sua militância mais tímida e as campanhas grandiosas de alguns concorrentes. Segundo ele, um desses projetos inclui a divulgação de que a eleição já está praticamente ganha logo no primeiro turno.

“Quem financia certas campanhas são empresas responsáveis por áreas estratégicas onde o futuro prefeito terá de mexer”, disparou o verde. “O sentimento que eu tenho é de que, quanto mais caras são essas campanhas que vemos por aí, mais rabo preso as pessoas terão para fazer as mudanças que são necessárias para Mauá. Depois de pegar esse dinheiro, como você poderá exigir uma contrapartida?”

As questões vieram à tona no fim da tarde de ontem, quando visitou as ruas da região do morro do Macuco, no Jardim Zaíra, dando continuidade a seus minicomícios, ao fazer paradas de seu carro de som por diferentes bairros do município. Problemas de ruas não asfaltadas e de esgoto a céu aberto foram algumas complicações constatadas.

Os moradores revelaram que já estão cansados de reclamar para a Prefeitura. “É como bater em ponta de faca. Infelizmente, Mauá parou de avançar nos últimos anos. Temos uma gestão que não tem gestão”, criticou o comerciante Francisco Jorge do Nascimento Filho. Bio se compromete a fazer projetos de urbanização na área.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;