Fechar
Publicidade

Domingo, 22 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Cratera engole avenida no Jardim Oriental

Orlando Filho/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Caroline Garcia
Especial para o Diário

27/08/2012 | 07:00


A canalização do Córrego Taióca, no Jardim Oriental, em Santo André, na divisa com o bairro Baeta Neves, em São Bernardo, está parada desde janeiro, segundo a vizinhança. Iniciada em 2009, a obra transformou-se em espaço usado para descarte de entulhos e lixo, além de atrativo para ratos. Moradores aguardam, sem resposta, resolução do problema.

Sem manutenção e com infiltrações, uma cratera engoliu parte da pista do lado de Santo André, na altura do número 6.249 da marginal. A via está bloqueada com blocos de concreto. "Estamos nessa situação há dois anos e meio. Parte da rua já caiu e o asfalto está todo rachado, vai acabar prejudicando as casas", disse a dona de casa Quitéria Barbosa Simplício, que acumula protocolos no Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), responsável pela obra.

Em maio, matéria do Diário, já destacou o tema. Na época, a autarquia municipal disse que aguardava desapropriação de imóveis restantes para efetuar a limpeza no local, mas não informou quando as obras seriam retomadas. Procurado, o Semasa não se pronunciou.

O projeto de canalização do córrego prevê também a construção de parque linear, ciclovia e paisagismo. Serão investidos, ao todo, R$ 18 milhões, com recursos do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e contrapartida do Semasa.

ENCHENTE - Além da cratera, outra preocupação dos moradores é que, com a canalização, o Córrego Taióca comece a transbordar e provoque enchente na marginal.

"O projeto diminui o curso d'água. Quando chove muito, ele chega até a borda. Se for afunilado do jeito que foi no começo da obra, vai encher tudo", disse o aposentado Antonio Vilson Santos, de 67 anos.

Há três meses, Santos recolheu 120 assinaturas dos moradores para mudar o projeto e encaminhou à Prefeitura. "Tem de ser construída barragem e avenida do lado, não em cima do rio."

 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;