Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 24 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Ofensas entre adversários já começaram


Do Diário do Grande ABC

03/10/2000 | 01:21


As campanhas da petista Marta Suplicy e do candidato do PPB, Paulo Maluf, para o segundo turno das eleiçoes municipais em Sao Paulo, seguem adiante na base do "toma lá, dá cá". Segunda, eles anteciparam o espetáculo recíproco de acusaçoes que promete se estender até 29 de outubro. Na hora do almoço, Marta evocou o fim do malufismo e disse que sua vitória será uma resposta contra a roubalheira.

Maluf nao deixou por menos e, duas horas depois, em sua residência, discursou sobre uma série de escândalos em que o PT teria se envolvido enquanto esteve à frente da Prefeitura.

"Além de a administraçao do PT ter deixado mais de 150 mil funcionários na Prefeitura, o PT foi acusado de cobrar propina para aprovar a construçao de prédios ao longo da marginal", disse Maluf, que emendou: "Será que a dona Marta lembra do escândalo que foi o PT comprar US$ 25 milhoes em peças e arroelas para a CMTC, o que correspondia a 130 anos de estoques para ônibus que nunca existiram?"



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ofensas entre adversários já começaram

Do Diário do Grande ABC

03/10/2000 | 01:21


As campanhas da petista Marta Suplicy e do candidato do PPB, Paulo Maluf, para o segundo turno das eleiçoes municipais em Sao Paulo, seguem adiante na base do "toma lá, dá cá". Segunda, eles anteciparam o espetáculo recíproco de acusaçoes que promete se estender até 29 de outubro. Na hora do almoço, Marta evocou o fim do malufismo e disse que sua vitória será uma resposta contra a roubalheira.

Maluf nao deixou por menos e, duas horas depois, em sua residência, discursou sobre uma série de escândalos em que o PT teria se envolvido enquanto esteve à frente da Prefeitura.

"Além de a administraçao do PT ter deixado mais de 150 mil funcionários na Prefeitura, o PT foi acusado de cobrar propina para aprovar a construçao de prédios ao longo da marginal", disse Maluf, que emendou: "Será que a dona Marta lembra do escândalo que foi o PT comprar US$ 25 milhoes em peças e arroelas para a CMTC, o que correspondia a 130 anos de estoques para ônibus que nunca existiram?"

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;