Fechar
Publicidade

Domingo, 19 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Vândalos invadem creche em Sto.André

Nario Barbosa/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Unidade localizada no Parque Miami foi depredada duas vezes na última semana


Natália Fernandjes
Do Diário do Grande ABC

10/05/2015 | 07:00


Pais de estudantes da creche Monteiro Lobato, no Parque Miami, em Santo André, estão revoltados com duas invasões realizadas por vândalos na unidade durante a última semana. Além de depredação de uma das salas de aula, houve quebra de vidro e de um rádio, destruição do livro de registro de presença dos alunos e pichação. A principal reivindicação é para que a Prefeitura reforce a segurança do local para inibir os invasores.

“É revoltante. Eles fazem maldade mesmo. Colocam cola no interruptor de luz, sujam tudo”, desabafa a técnica de enfermagem Vanda Aparecida Silva, 35 anos, mãe de dois alunos da unidade de ensino. Segundo ela, pais cobrarão mais segurança por parte da Prefeitura na próxima reunião do conselho escolar, programada para acontecer nesta semana.

O auxiliar de máquinas André Ferreira, 53, lembra que o episódio não é novidade. O morador do bairro há cerca de 15 anos lembra de pelo menos cinco outras invasões à escola na madrugada. “Teve uma época que colocaram um guarda e pararam de invadir, mas agora fica a Deus dará”, comenta.

Outra vizinha do espaço, a auxiliar de suprimentos Cássia de Souza Ferreira, 20, afirma que é comum ouvir barulho dos invasores. “A gente achava que só usavam a quadra, mas quando ficamos sabendo que estragaram coisas lá dentro ficamos revoltados”, diz.

Apesar de a Secretaria de Educação informar que o acesso dos vândalos na terça e quinta-feira pode ter sido feito pela mata, que fica nos fundos da unidade, há buraco em uma das grades da quadra de esportes da escola. De acordo com os moradores e pais de alunos, a invasão também pode ser sido feita pelo vão, que é consertado pela Prefeitura constantemente, segundo eles.

Ainda segundo o Executivo, a diretora da unidade entrou em contato com a GCM (Guarda Civil Municipal) solicitando reforço da ronda escolar na unidade de ensino e, para combater o vandalismo, a creche, como as demais unidades da rede, tem como política o investimento na relação escola-família-comunidade. Desse modo, as unidades desenvolvem atividades que estreitam a parceria com a população.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Vândalos invadem creche em Sto.André

Unidade localizada no Parque Miami foi depredada duas vezes na última semana

Natália Fernandjes
Do Diário do Grande ABC

10/05/2015 | 07:00


Pais de estudantes da creche Monteiro Lobato, no Parque Miami, em Santo André, estão revoltados com duas invasões realizadas por vândalos na unidade durante a última semana. Além de depredação de uma das salas de aula, houve quebra de vidro e de um rádio, destruição do livro de registro de presença dos alunos e pichação. A principal reivindicação é para que a Prefeitura reforce a segurança do local para inibir os invasores.

“É revoltante. Eles fazem maldade mesmo. Colocam cola no interruptor de luz, sujam tudo”, desabafa a técnica de enfermagem Vanda Aparecida Silva, 35 anos, mãe de dois alunos da unidade de ensino. Segundo ela, pais cobrarão mais segurança por parte da Prefeitura na próxima reunião do conselho escolar, programada para acontecer nesta semana.

O auxiliar de máquinas André Ferreira, 53, lembra que o episódio não é novidade. O morador do bairro há cerca de 15 anos lembra de pelo menos cinco outras invasões à escola na madrugada. “Teve uma época que colocaram um guarda e pararam de invadir, mas agora fica a Deus dará”, comenta.

Outra vizinha do espaço, a auxiliar de suprimentos Cássia de Souza Ferreira, 20, afirma que é comum ouvir barulho dos invasores. “A gente achava que só usavam a quadra, mas quando ficamos sabendo que estragaram coisas lá dentro ficamos revoltados”, diz.

Apesar de a Secretaria de Educação informar que o acesso dos vândalos na terça e quinta-feira pode ter sido feito pela mata, que fica nos fundos da unidade, há buraco em uma das grades da quadra de esportes da escola. De acordo com os moradores e pais de alunos, a invasão também pode ser sido feita pelo vão, que é consertado pela Prefeitura constantemente, segundo eles.

Ainda segundo o Executivo, a diretora da unidade entrou em contato com a GCM (Guarda Civil Municipal) solicitando reforço da ronda escolar na unidade de ensino e, para combater o vandalismo, a creche, como as demais unidades da rede, tem como política o investimento na relação escola-família-comunidade. Desse modo, as unidades desenvolvem atividades que estreitam a parceria com a população.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;