Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 18 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

A eleição de 2016 segue nas redes sociais


Raphael Rocha

14/03/2018 | 07:00


Ao que parece, a eleição à Prefeitura de Mauá não acabou em 2016. O atual prefeito, Atila Jacomussi (PSB), e seu antecessor, Donisete Braga (PT), continuam trocando farpas como se estivessem em campanha. Na posse de Ricardo Burdelis como secretário de Saúde, na semana passada, teceu críticas ao ex-secretário Márcio Chaves (PSD) e também atacou a gestão petista. Donisete recorreu ao Facebook para rebater, tanto para defender seu mandato quanto criticar a administração socialista. Em atividade do governo, Atila, no discurso, cobrou Donisete. “Venha debater na rua, Donisete. Saia das redes sociais”. O petista, então, foi para frente da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) 24 horas Barão de Mauá para sua tréplica. “Fica minha resposta a você, Atila. Estou nas ruas. O povo está reclamando.”

Comitiva
O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), levou praticamente toda sua base de sustentação ao evento no qual o prefeito da Capital, João Doria, aceitou ser pré-candidato ao governo do Estado. Estavam presentes na atividade o presidente da Câmara de São Bernardo, Pery Cartola (PSDB), os vereadores tucanos Samuel Alves, Juarez Tudo Azul, Pastor Zezinho Soares e Toninho Tavares, além do secretário de Esportes e parlamentar licenciado, Alex Mognon. Sobrou até para o líder do governo Morando na Casa, Ramon Ramos, filiado ao PDT.

Produto original – 1
Apesar das especulações em torno da articulação de candidatura do vereador paulistano Eduardo Suplicy (PT) como deputado federal, oficialmente o diretório estadual do petismo assegura que Suplicy terá espaço para buscar a vaga ao Senado, como ele quer. “Vamos retomar a cadeira que a Marta (Suplicy, hoje no MDB) nos tirou. Ela nos traiu. Vamos é apostar no Suplicy original, não no xerox”, disse o ex-vereador de Diadema Manoel Eduardo Marinho, o Maninho, integrante da executiva estadual do PT.

Projeto original – 2
Além de Eduardo Suplicy, pleiteiam a vaga para concorrer ao Senado pelo PT a vereadora paulistana Juliana Cardoso e o ex-secretário de Transportes da Capital Jilmar Tatto. Na prática, os dois concorrem a um espaço, já que o outro, por enquanto, é assegurado a Suplicy. Mas há possibilidade também de nenhum deles conseguir homologar a candidatura ao Senado. Isso porque a discussão de composição para a eleição de outubro está em andamento – e qualquer auxílio à provável candidatura do ex-prefeito Luiz Marinho, de São Bernardo, ao governo do Estado é mais do que bem-vindo.

Projetos em São Caetano
A Prefeitura de São Caetano protocolou na Câmara projeto de lei que permite o parcelamento de débitos de estudantes da USCS (Universidade Municipal de São Caetano). Segundo o presidente da Casa, Pio Mielo (MDB), o texto se faz necessário porque, nos próximos dias, a administração de José Auricchio Júnior (PSDB) deve mandar matéria sobre a concessão de bolsas de estudos e criação de linha de financiamento estudantil.

Indicação
Em exercício do mandato na Câmara de São Caetano, Cristiano Gomes (PSDB) protocolou indicação para que a Prefeitura estabeleça um termo de cooperação com o Instituto Triângulo, organização criada em 2003. O objetivo é implementar o programa Reciclóleo e pontos de entrega voluntária em todas as unidades de Saúde, escolas, parques, clubes e demais prédios municipais.

Café andreense
O ex-prefeito de Santo André Carlos Grana (PT) e homem forte no governo de Aidan Ravin (PSB), Nilson Bonome (PRB), foram vistos em um tradicional café na Rua das Figueiras, na noite de segunda-feira. Os dois foram adversários na eleição de 2012, quando Grana se elegeu prefeito e Bonome, então no PMDB, terminou aquele pleito na quarta colocação.  



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;