Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 2 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Funcionários da CPTM e Metrô adiam greve para a próxima semana


Natália Fernandjes
Do Diário do Grande ABC

27/05/2015 | 07:00


Após assembleia, funcionários da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) e Metrô decidiram adiar a greve, antes marcada para ter início a partir da 0h de hoje, para o dia 3 de junho.

Apesar de não terem aceito proposta do governo estadual de reajuste inflacionário medido pelo IPC/Fipe, de 7,72% (mais 1% de aumento real), oferecida na manhã de ontem em audiência no TRT (Tribunal Regional do Trabalho), os trabalhadores da CPTM optaram por aguardar outra audiência de conciliação, agendada para o dia 2 de junho.

Em entrevista exclusiva ao Diário, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) destacou que espera que a paralisação não se efetive, tendo em vista os prejuízos para a população. “Há o compromisso de até o dia 2 não haver greve. É boa notícia. São 3 milhões de passageiros por dia só na CPTM (seis linhas)”, afirmou. Só na região, 204 mil pessoas utilizam a Linha 10-Turquesa.

A categoria pede reajuste salarial de 7,89%, mais 10% de aumento real, pagamento mínimo de R$ 5.000 de PLR (Participação nos Lucros e Resultados), vale-refeição de R$ 840, vale-alimentação de R$ 400 e auxílio materno-infantil de R$ 500.

“Prezamos pela negociação e esperamos sensibilização por parte do governador para que seja feita proposta a contento. Podemos avaliar outros percentuais a qualquer momento”, destacou o presidente do Sindicato dos Ferroviários do Estado, Eluiz Alves de Matos. Assembleia da categoria está agendada também para o dia 2 de junho, às 18h.

METRÔ

No caso dos metroviários, o TRT propôs aumento de 8,82%, mas a empresa ofertou 7,21%, valor que foi recusado. A categoria pede reajuste salarial de 18,64% e adicional de periculosidade. (colaborou Raphael Rocha) 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;