Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 21 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Em busca de nova chance

Rede Globo/Divulgação  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Escrita por João Emanuel Carneiro, ‘Segundo Sol’ estreia hoje com trama cheia de reviravoltas


Miriam Gimenes

14/05/2018 | 07:28


A vida é feita de imprevistos. E é justamente um que muda – para o bem e para o mal –, definitivamente, a história de Beto Falcão (Emilio Dantas), cantor de axé que está com a carreira em decadência e, após um suposto acidente, ascende como um dos ‘mais famosos’ artistas da Bahia. Este será o fio condutor da trama escrita por João Emanuel Carneiro e Márcia Prates, Segundo Sol, que estreia hoje, às 21h, na Rede Globo. As direções artística e geral são de Dennis Carvalho.

Ambientada na Bahia, terra da diversidade cultural, do sincretismo, das belezas naturais e da culinária forte, a novela contará com esses ingredientes em seus capítulos e personagens. É nela que vive Beto, que fez fama como cantor de axé, mas há cerca de três anos experimenta o gosto amargo do ostracismo e a falta de companheirismo de sua namorada Karola (Deborah Secco).

Para sanar as dívidas contraídas por Remy (Vladimir Brichta), o irmão ‘ovelha negra’, administrador de sua carreira, ele aceita fazer um show em Aracaju, mas perde o voo. E o inacreditável acontece: o avião cai e todos acreditam que ele morreu. Rapidamente, o cantor vira mito por conta da ‘partida’ precoce.

Quando descobrem que Beto está vivo, Karola e Remy – que são amantes – a fim de surfar na onda desta fama repentina, o convencem a fugir.

E ele vai parar na fictícia ilha de Boiporá. É lá onde vive Luzia (Giovanna Antonelli), que ganha a vida e o sustento dos filhos pequenos catando mariscos, após ser abandonada pelo marido, Rapidamente se apaixonam e ele pensa em escrever nova história, junto com esta mulher. “A trama é calcada nas relações pessoais e familiares, no valor da família. Acredito muito em histórias de família para escrever novela. A trama vai contar a saga de Luzia, uma mãe buscando se reaproximar dos filhos, que precisou abandonar por diversas circunstâncias. O segundo sol significa a nova chance que ela vai ter para recompor sua vida. Todos nós podemos ter a oportunidade de um novo começo e somos os protagonistas dessa mudança”, explica o autor. Só que Karola, Remy e Laureta (Adriana Esteves) farão de tudo para separar o casal e evitar que Beto revele que está vivo.

Além do elenco de peso – Fabíula Nascimento, a andreense Letícia Colin, Chay Suede, Caco Ciocler, Luisa Arraes, José de Abreu, Arlete Salles, Francisco Cuoco, Thalita Carauta, entre outros – a trilha sonora também será um destaque à parte. “Queríamos trazer os grandes clássicos da axé music dos anos 1990, mas com algum diferencial. Então, reunimos canções lindas e contagiantes, que fazem parte da memória afetiva de quem viveu aquela época, regravadas por outros cantores, com arranjos novos. Conseguimos um resultado incrível”, comemora Dennis Carvalho. Entre os exemplos ele cita O Mais Belo dos Belos, com Alcione, Baianidade Nagô, com Maria Gadu, Beleza Rara, na voz de Thiaguinho, Beija-Flor, com Johnny Hooker, entre outras.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Em busca de nova chance

Escrita por João Emanuel Carneiro, ‘Segundo Sol’ estreia hoje com trama cheia de reviravoltas

Miriam Gimenes

14/05/2018 | 07:28


A vida é feita de imprevistos. E é justamente um que muda – para o bem e para o mal –, definitivamente, a história de Beto Falcão (Emilio Dantas), cantor de axé que está com a carreira em decadência e, após um suposto acidente, ascende como um dos ‘mais famosos’ artistas da Bahia. Este será o fio condutor da trama escrita por João Emanuel Carneiro e Márcia Prates, Segundo Sol, que estreia hoje, às 21h, na Rede Globo. As direções artística e geral são de Dennis Carvalho.

Ambientada na Bahia, terra da diversidade cultural, do sincretismo, das belezas naturais e da culinária forte, a novela contará com esses ingredientes em seus capítulos e personagens. É nela que vive Beto, que fez fama como cantor de axé, mas há cerca de três anos experimenta o gosto amargo do ostracismo e a falta de companheirismo de sua namorada Karola (Deborah Secco).

Para sanar as dívidas contraídas por Remy (Vladimir Brichta), o irmão ‘ovelha negra’, administrador de sua carreira, ele aceita fazer um show em Aracaju, mas perde o voo. E o inacreditável acontece: o avião cai e todos acreditam que ele morreu. Rapidamente, o cantor vira mito por conta da ‘partida’ precoce.

Quando descobrem que Beto está vivo, Karola e Remy – que são amantes – a fim de surfar na onda desta fama repentina, o convencem a fugir.

E ele vai parar na fictícia ilha de Boiporá. É lá onde vive Luzia (Giovanna Antonelli), que ganha a vida e o sustento dos filhos pequenos catando mariscos, após ser abandonada pelo marido, Rapidamente se apaixonam e ele pensa em escrever nova história, junto com esta mulher. “A trama é calcada nas relações pessoais e familiares, no valor da família. Acredito muito em histórias de família para escrever novela. A trama vai contar a saga de Luzia, uma mãe buscando se reaproximar dos filhos, que precisou abandonar por diversas circunstâncias. O segundo sol significa a nova chance que ela vai ter para recompor sua vida. Todos nós podemos ter a oportunidade de um novo começo e somos os protagonistas dessa mudança”, explica o autor. Só que Karola, Remy e Laureta (Adriana Esteves) farão de tudo para separar o casal e evitar que Beto revele que está vivo.

Além do elenco de peso – Fabíula Nascimento, a andreense Letícia Colin, Chay Suede, Caco Ciocler, Luisa Arraes, José de Abreu, Arlete Salles, Francisco Cuoco, Thalita Carauta, entre outros – a trilha sonora também será um destaque à parte. “Queríamos trazer os grandes clássicos da axé music dos anos 1990, mas com algum diferencial. Então, reunimos canções lindas e contagiantes, que fazem parte da memória afetiva de quem viveu aquela época, regravadas por outros cantores, com arranjos novos. Conseguimos um resultado incrível”, comemora Dennis Carvalho. Entre os exemplos ele cita O Mais Belo dos Belos, com Alcione, Baianidade Nagô, com Maria Gadu, Beleza Rara, na voz de Thiaguinho, Beija-Flor, com Johnny Hooker, entre outras.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;