Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 17 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Corpo de Baden Powell é enterrado no Rio


Do Diário do Grande ABC

27/09/2000 | 14:08


O enterro do músico Baden Powell, 63 anos, aconteceu na tarde desta quarta-feira no Cemitério Sao Joao Batista, no Rio de Janeiro. O filho mais novo do músico, Louis Marcel Powell de Aquino, 18 anos, também violonista, tocou a cançao "Lapinha", um de seus maiores sucessos, feito em parceria com Paulo César Pinheiro, enquanto o corpo era sepultado. Cerca de 100 pessoas estiveram presentes, entre elas o cantor e compositor Paulinho da Viola, o violonista Turíbio Santos, os pesquisadores de música Hermínio Bello de Carvalho e Sérgio Cabral, o cantor Simoninha, filho de Wilson Simonal, e a cantora Joyce.

Powell morreu na terça-feira, às 6h45, na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da Clínica Sorocaba, no Rio. O artista apresentava um quadro de infecçao generalizada. Internado no local desde 23 de agosto por causa de uma aguda pneumonia bacteriana, o estado de saúde de Baden se agravou nas duas últimas semanas, em decorrência de falência renal e septicemia (processo infeccioso em que germes presentes no sangue se multiplicam).

Baden nasceu no distrito de Varre-e-Sai, no Rio, mas com 3 meses se mudou para Sao Cristóvao. A música já era uma tradiçao em sua família. O avô viajava pelo Brasil fundando orquestras de músicos negros.

O primeiro contato do artista com o violao foi aos 6 anos. Uma de suas tias ganhou o instrumento em uma rifa. Como nao tocava, pendurou-o na parede do quarto de dormir do garoto. Por causa de sua excessiva timidez, ele pegava o violao escondido. Mas quando foi descoberto, o pai, que conhecia um pouco de música, começou a ensiná-lo. Em poucos dias já tocava valsas da época.

Aos 7 anos foi estudar com Jaime Florence, o Meira, entao um conceituado professor. Com um ano de estudo, o menino prodígio foi se apresentar na Rádio Nacional com a música Choro Magoado, de Dilermando Reis, e obteve a primeira colocaçao.

Aos 12 anos já era violonista da cantora Eliana, muito popular em programas de rádio. Aos 13, Meira desistiu de dar aulas ao garoto porque acreditava já ter ensinado tudo o que sabia. Assim, Baden começou a estudar harmonia e teoria. Na época, só ouvia jazz, mas suas preferências musicais começaram a mudar, aos 14 anos, quando se tornou vizinho de Pixinguinha, seu ídolo.

O músico ainda dividia seu ofício com a escola. Os estudos, no entanto, foram abandonados quando a situaçao financeira de seu pai, que era sapateiro, piorou. O violonista começou a integrar várias formaçoes, como a orquestra da Rádio Nacional e a orquestra do Mestre Chiquinho, em que era parceiro do maestro Radamés Gnattali e do violonista Garoto, além de acompanhar Angela Maria, Maysa e Dolores Duran.

Sua primeira composiçao foi Samba Triste, de 1956, com Billy Blanco, que se transformou num grande sucesso. O êxito fez com que Baden se aproximasse da bossa nova, que estava em seus primórdios. O encontro com Vinicius de Moraes ocorreu em 1959. As primeiras criaçoes foram Cançao de Ninar Meu Bem e Cançao do Amor em Paz.

Mesmo possuindo passagem para o famoso concerto de bossa nova no Carnegie Hall, em Nova York, nos Estados Unidos, Baden preferiu se apresentar, em 1962, em Paris, na França. Inicialmente, ficaria três meses por lá, mas acabou permanecendo na cidade durante três anos e se tornou o grande representante da bossa nova na Europa. Apesar disso, considerava-se um sambista erudito-popular.

Em 1967, com a gravaçao de O Mundo Musical de Baden Powell, recebeu um disco de ouro na França. Com mais sucesso na Europa do que em seu país de origem, Baden foi obrigado a viver alternadamente, por mais de 30 anos, na França, na Alemanha e no Brasil.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Corpo de Baden Powell é enterrado no Rio

Do Diário do Grande ABC

27/09/2000 | 14:08


O enterro do músico Baden Powell, 63 anos, aconteceu na tarde desta quarta-feira no Cemitério Sao Joao Batista, no Rio de Janeiro. O filho mais novo do músico, Louis Marcel Powell de Aquino, 18 anos, também violonista, tocou a cançao "Lapinha", um de seus maiores sucessos, feito em parceria com Paulo César Pinheiro, enquanto o corpo era sepultado. Cerca de 100 pessoas estiveram presentes, entre elas o cantor e compositor Paulinho da Viola, o violonista Turíbio Santos, os pesquisadores de música Hermínio Bello de Carvalho e Sérgio Cabral, o cantor Simoninha, filho de Wilson Simonal, e a cantora Joyce.

Powell morreu na terça-feira, às 6h45, na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da Clínica Sorocaba, no Rio. O artista apresentava um quadro de infecçao generalizada. Internado no local desde 23 de agosto por causa de uma aguda pneumonia bacteriana, o estado de saúde de Baden se agravou nas duas últimas semanas, em decorrência de falência renal e septicemia (processo infeccioso em que germes presentes no sangue se multiplicam).

Baden nasceu no distrito de Varre-e-Sai, no Rio, mas com 3 meses se mudou para Sao Cristóvao. A música já era uma tradiçao em sua família. O avô viajava pelo Brasil fundando orquestras de músicos negros.

O primeiro contato do artista com o violao foi aos 6 anos. Uma de suas tias ganhou o instrumento em uma rifa. Como nao tocava, pendurou-o na parede do quarto de dormir do garoto. Por causa de sua excessiva timidez, ele pegava o violao escondido. Mas quando foi descoberto, o pai, que conhecia um pouco de música, começou a ensiná-lo. Em poucos dias já tocava valsas da época.

Aos 7 anos foi estudar com Jaime Florence, o Meira, entao um conceituado professor. Com um ano de estudo, o menino prodígio foi se apresentar na Rádio Nacional com a música Choro Magoado, de Dilermando Reis, e obteve a primeira colocaçao.

Aos 12 anos já era violonista da cantora Eliana, muito popular em programas de rádio. Aos 13, Meira desistiu de dar aulas ao garoto porque acreditava já ter ensinado tudo o que sabia. Assim, Baden começou a estudar harmonia e teoria. Na época, só ouvia jazz, mas suas preferências musicais começaram a mudar, aos 14 anos, quando se tornou vizinho de Pixinguinha, seu ídolo.

O músico ainda dividia seu ofício com a escola. Os estudos, no entanto, foram abandonados quando a situaçao financeira de seu pai, que era sapateiro, piorou. O violonista começou a integrar várias formaçoes, como a orquestra da Rádio Nacional e a orquestra do Mestre Chiquinho, em que era parceiro do maestro Radamés Gnattali e do violonista Garoto, além de acompanhar Angela Maria, Maysa e Dolores Duran.

Sua primeira composiçao foi Samba Triste, de 1956, com Billy Blanco, que se transformou num grande sucesso. O êxito fez com que Baden se aproximasse da bossa nova, que estava em seus primórdios. O encontro com Vinicius de Moraes ocorreu em 1959. As primeiras criaçoes foram Cançao de Ninar Meu Bem e Cançao do Amor em Paz.

Mesmo possuindo passagem para o famoso concerto de bossa nova no Carnegie Hall, em Nova York, nos Estados Unidos, Baden preferiu se apresentar, em 1962, em Paris, na França. Inicialmente, ficaria três meses por lá, mas acabou permanecendo na cidade durante três anos e se tornou o grande representante da bossa nova na Europa. Apesar disso, considerava-se um sambista erudito-popular.

Em 1967, com a gravaçao de O Mundo Musical de Baden Powell, recebeu um disco de ouro na França. Com mais sucesso na Europa do que em seu país de origem, Baden foi obrigado a viver alternadamente, por mais de 30 anos, na França, na Alemanha e no Brasil.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;