Fechar
Publicidade

Domingo, 26 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Construção de apartamentos gera infiltração em casa do Jd.S.Bernardo

Nario Barbosa/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Moradora perdeu um dos quartos devido à água que escorre pela parede todos os dias


Bia Moço
Do Diário do Grande ABC

27/02/2019 | 07:00


 A fisioterapeuta Danielly Oliveira da Silva, 29 anos, foi obrigada a abrir mão da decoração feita na parede de um dos dormitórios de seu imóvel, na Rua Presidente Tancredo Neves, no Jardim São Bernardo, em São Bernardo devido à infiltração. Desde janeiro, o local, antes usado como cenário para vídeos e fotografias, passou a minar água, principalmente em dias de chuva. A moradora associa o problema à entrega de conjunto residencial com 32 moradias na rua de trás, em 11 de janeiro, pela Prefeitura.

“Todo dia o chão fica cheio de água. Tiramos baldes e mais baldes. Quando chove, entra tanta água que alaga o resto da casa. O armário que comprei no fim do ano já está todo estragado, e os demais móveis, inchando. É desesperador”, lamenta Danielly.

A moradora teme que, devido ao problema, a casa possa ceder. Para tentar remediar a situação, o pai da fisioterapeuta fez buracos na parede e instalou cano para tentar drenar a água que escorre do muro do condomínio residencial, mas não adiantou. A mãe de Danielly, Elza Oliveira da Silva, 51, chegou a procurar a Prefeitura e a empresa responsável pelo empreendimento, a Construbase Engenharia, na tentativa de obter respaldo, sem sucesso. “Minhas costas doem de todo dia tirar água da casa inteira. Minha neta, Geovanna, 12, tem deficiência mental e precisou sair do quarto por conta da água. Não dá mais para fica assim. Temos medo de que a casa desabe. Só espero que alguém resolva esse problema, já que antes da construção não existia infiltração na casa”, reclama Elza.

Questionada, a Prefeitura de São Bernardo informou que solicitou vistoria no local e laudo à empresa responsável pela referida obra. Após emissão da análise, a administração vai se pronunciar sobre todas as medidas cabíveis. O município ressaltou, ainda, que não há chamado aberto junto à Defesa Civil até o momento.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Construção de apartamentos gera infiltração em casa do Jd.S.Bernardo

Moradora perdeu um dos quartos devido à água que escorre pela parede todos os dias

Bia Moço
Do Diário do Grande ABC

27/02/2019 | 07:00


 A fisioterapeuta Danielly Oliveira da Silva, 29 anos, foi obrigada a abrir mão da decoração feita na parede de um dos dormitórios de seu imóvel, na Rua Presidente Tancredo Neves, no Jardim São Bernardo, em São Bernardo devido à infiltração. Desde janeiro, o local, antes usado como cenário para vídeos e fotografias, passou a minar água, principalmente em dias de chuva. A moradora associa o problema à entrega de conjunto residencial com 32 moradias na rua de trás, em 11 de janeiro, pela Prefeitura.

“Todo dia o chão fica cheio de água. Tiramos baldes e mais baldes. Quando chove, entra tanta água que alaga o resto da casa. O armário que comprei no fim do ano já está todo estragado, e os demais móveis, inchando. É desesperador”, lamenta Danielly.

A moradora teme que, devido ao problema, a casa possa ceder. Para tentar remediar a situação, o pai da fisioterapeuta fez buracos na parede e instalou cano para tentar drenar a água que escorre do muro do condomínio residencial, mas não adiantou. A mãe de Danielly, Elza Oliveira da Silva, 51, chegou a procurar a Prefeitura e a empresa responsável pelo empreendimento, a Construbase Engenharia, na tentativa de obter respaldo, sem sucesso. “Minhas costas doem de todo dia tirar água da casa inteira. Minha neta, Geovanna, 12, tem deficiência mental e precisou sair do quarto por conta da água. Não dá mais para fica assim. Temos medo de que a casa desabe. Só espero que alguém resolva esse problema, já que antes da construção não existia infiltração na casa”, reclama Elza.

Questionada, a Prefeitura de São Bernardo informou que solicitou vistoria no local e laudo à empresa responsável pela referida obra. Após emissão da análise, a administração vai se pronunciar sobre todas as medidas cabíveis. O município ressaltou, ainda, que não há chamado aberto junto à Defesa Civil até o momento.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;