Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 26 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Alckmin garante que aumentará unidades da rede Lucy Montoro

Andréa Iseki/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Promessa do governador é viabilizar mais dez centros; região será contemplada com duas


Leandro Baldini
Do Diário do Grande ABC

27/08/2014 | 07:00


O governador Geraldo Alckmin (PSDB), que busca a reeleição, prometeu ampliar a Rede de Reabilitação Lucy Montoro, especializada no atendimento à recuperação de pessoas com deficiência. A projeção é instalar mais dez centros.

De acordo com Alckmin, o Grande ABC será contemplado com unidades em Diadema e Santo André já no primeiro lote de entregas do Executivo. Ainda há previsão de instalações em Taubaté e Sorocaba. As outras seis serão específicas a deficientes visuais, ainda em locais não estabelecidos.

“Em Diadema estamos bem adiantados e devemos entregar o centro provavelmente em novembro”, destacou o tucano. A unidade funcionará dentro do complexo hospitalar Quarteirão da Saúde. Em Santo André, a rede atuará no Hospital Estadual Mário Covas.

A promessa foi realizada ontem, durante visita na unidade do Campo Limpo, na Zona Sul da Capital, que foi recentemente reformada. Lá, o chefe do Executivo paulista permaneceu por pouco mais de uma hora, conversando com profissionais e pacientes.

Atualmente existem 17 centros da Rede Lucy Montoro, que estão espalhados pela Capital e interior do Estado. Há também carreta itinerante que percorre diversas regiões ainda não atendidas pelo programa.

“São Paulo é vanguarda neste tipo de serviço, pois garante do acesso até o avanço de tratamento. Os atendimentos vão para pacientes com lesão medular, doenças degenerativas e tudo o que envolve o comprometimento da mobilidade. Nossa proposta será priorizar o aumento de unidades, para que assim mais pessoas tenham acesso”, complementou Alckmin, amparado em números. “No Brasil, há 45 milhões de deficientes e no Estado são 9 milhões. É preciso trabalhar essa questão com prioridade para possibilitar a mais rápida recuperação a essas pessoas”, explicou.

CRIMINALIDADE
Questionado sobre os últimos índices de criminalidade em todo o Estado, divulgados na segunda-feira pela Secretaria do Estado da Segurança Pública, Alckmin garantiu que ainda “não está satisfeito”, porém salientou que o trabalho está no caminho certo.

“Primeiro porque nós alteramos a forma do estudo, que antes era trimestral e agora passou a ser mensal. Assim nossa exposição fica maior. Em todo o Estado, dos nove indicadores, cinco caíram, e entre eles estão furto (no comparativo com julho do ano passado, o índice baixou em 6,26%) e o roubo (o item recuou em 11,52% em 12 meses). Isso demonstra que o trabalho de acesso às ocorrências está mais ágil. Estamos investimentos em equipamentos e estrutura”, explicou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Alckmin garante que aumentará unidades da rede Lucy Montoro

Promessa do governador é viabilizar mais dez centros; região será contemplada com duas

Leandro Baldini
Do Diário do Grande ABC

27/08/2014 | 07:00


O governador Geraldo Alckmin (PSDB), que busca a reeleição, prometeu ampliar a Rede de Reabilitação Lucy Montoro, especializada no atendimento à recuperação de pessoas com deficiência. A projeção é instalar mais dez centros.

De acordo com Alckmin, o Grande ABC será contemplado com unidades em Diadema e Santo André já no primeiro lote de entregas do Executivo. Ainda há previsão de instalações em Taubaté e Sorocaba. As outras seis serão específicas a deficientes visuais, ainda em locais não estabelecidos.

“Em Diadema estamos bem adiantados e devemos entregar o centro provavelmente em novembro”, destacou o tucano. A unidade funcionará dentro do complexo hospitalar Quarteirão da Saúde. Em Santo André, a rede atuará no Hospital Estadual Mário Covas.

A promessa foi realizada ontem, durante visita na unidade do Campo Limpo, na Zona Sul da Capital, que foi recentemente reformada. Lá, o chefe do Executivo paulista permaneceu por pouco mais de uma hora, conversando com profissionais e pacientes.

Atualmente existem 17 centros da Rede Lucy Montoro, que estão espalhados pela Capital e interior do Estado. Há também carreta itinerante que percorre diversas regiões ainda não atendidas pelo programa.

“São Paulo é vanguarda neste tipo de serviço, pois garante do acesso até o avanço de tratamento. Os atendimentos vão para pacientes com lesão medular, doenças degenerativas e tudo o que envolve o comprometimento da mobilidade. Nossa proposta será priorizar o aumento de unidades, para que assim mais pessoas tenham acesso”, complementou Alckmin, amparado em números. “No Brasil, há 45 milhões de deficientes e no Estado são 9 milhões. É preciso trabalhar essa questão com prioridade para possibilitar a mais rápida recuperação a essas pessoas”, explicou.

CRIMINALIDADE
Questionado sobre os últimos índices de criminalidade em todo o Estado, divulgados na segunda-feira pela Secretaria do Estado da Segurança Pública, Alckmin garantiu que ainda “não está satisfeito”, porém salientou que o trabalho está no caminho certo.

“Primeiro porque nós alteramos a forma do estudo, que antes era trimestral e agora passou a ser mensal. Assim nossa exposição fica maior. Em todo o Estado, dos nove indicadores, cinco caíram, e entre eles estão furto (no comparativo com julho do ano passado, o índice baixou em 6,26%) e o roubo (o item recuou em 11,52% em 12 meses). Isso demonstra que o trabalho de acesso às ocorrências está mais ágil. Estamos investimentos em equipamentos e estrutura”, explicou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;