Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 21 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

São Bernardo inicia obras de reservatório no 1º semestre

Estado repassa R$ 50 milhões e permite construção, que promete diminuir alagamentos no Centro


Angela Martins
Do Diário do Grande ABC

30/12/2011 | 07:00


O governo do Estado autorizou obra de piscinão embaixo do estacionamento do Shopping Metrópole, na região central de São Bernardo, e repassou R$ 50 milhões para este fim. A verba era o entrave que impedia a Prefeitura de tirar do papel as obras do 11º reservatório da cidade, anunciado em junho pelo prefeito Luiz Marinho (PT). A ideia inicial era concluir o processo licitatório até novembro.

O piscinão subterrâneo servirá para contenção do Córrego dos Lima e terá capacidade de armazenamento de 225 mil metros cúbicos. O terreno é de propriedade da Prefeitura, concedido há mais de dez anos para uso do centro de compras. As obras contemplam a construção de galerias na Rua Jurubatuba, Avenida Brigadeiro Faria Lima e na área do Paço.

As obras de drenagem no Centro começam no primeiro semestre de 2012, de acordo com Marinho. O início depende da conclusão da licitação, atualmente em fase final.

Serão investidos R$ 275 milhões, sendo R$ 204 milhões do governo federal, R$ 50 milhões em verba estadual e R$ 21 milhões de contrapartida municipal. Somente o piscinão irá consumir R$ 50 milhões. A verba federal foi concedida por meio do Programa de Aceleração do Crescimento 2.

ENTRAVE

A verba estadual era motivo de entrave para o projeto, já que até o início de outubro o Departamento de Água e Energia Elétrica não havia definido o valor e os trâmites para execução do piscinão. Na época, o secretário de Serviços Urbanos de São Bernardo, Sebastião Ney Vaz Júnior, afirmou que o recurso federal era suficiente apenas para construção do equipamento, mas era preciso cobrí-lo, o que só poderia ser feito com o dinheiro estadual. “O prazo de conclusão das obras de drenagem, inclusive o piscinão, é de 36 meses, a partir do início dos trabalhos”, destaca Marinho.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

São Bernardo inicia obras de reservatório no 1º semestre

Estado repassa R$ 50 milhões e permite construção, que promete diminuir alagamentos no Centro

Angela Martins
Do Diário do Grande ABC

30/12/2011 | 07:00


O governo do Estado autorizou obra de piscinão embaixo do estacionamento do Shopping Metrópole, na região central de São Bernardo, e repassou R$ 50 milhões para este fim. A verba era o entrave que impedia a Prefeitura de tirar do papel as obras do 11º reservatório da cidade, anunciado em junho pelo prefeito Luiz Marinho (PT). A ideia inicial era concluir o processo licitatório até novembro.

O piscinão subterrâneo servirá para contenção do Córrego dos Lima e terá capacidade de armazenamento de 225 mil metros cúbicos. O terreno é de propriedade da Prefeitura, concedido há mais de dez anos para uso do centro de compras. As obras contemplam a construção de galerias na Rua Jurubatuba, Avenida Brigadeiro Faria Lima e na área do Paço.

As obras de drenagem no Centro começam no primeiro semestre de 2012, de acordo com Marinho. O início depende da conclusão da licitação, atualmente em fase final.

Serão investidos R$ 275 milhões, sendo R$ 204 milhões do governo federal, R$ 50 milhões em verba estadual e R$ 21 milhões de contrapartida municipal. Somente o piscinão irá consumir R$ 50 milhões. A verba federal foi concedida por meio do Programa de Aceleração do Crescimento 2.

ENTRAVE

A verba estadual era motivo de entrave para o projeto, já que até o início de outubro o Departamento de Água e Energia Elétrica não havia definido o valor e os trâmites para execução do piscinão. Na época, o secretário de Serviços Urbanos de São Bernardo, Sebastião Ney Vaz Júnior, afirmou que o recurso federal era suficiente apenas para construção do equipamento, mas era preciso cobrí-lo, o que só poderia ser feito com o dinheiro estadual. “O prazo de conclusão das obras de drenagem, inclusive o piscinão, é de 36 meses, a partir do início dos trabalhos”, destaca Marinho.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;